David Lama, alpista austríaco
David Lama, alpista austríacoFoto: Red Bull

O norte-americano Jess Roskelle e os austríacos Hansjörg Auer e David Lama, alpinistas profissionais reconhecidos mundialmente, desapareceram e foram dados por mortos após uma avalanche enquanto escalavam uma montanha no Canadá, informou a agência federal de parques do país.

Roskelley, de 36 anos, Auer, de 35, e Lama, de 28, desapareceram na noite de terça-feira (16), quando passavam pelo Pico Howse, uma área isolada e de difícil acesso na parte norte do parque nacional Banff, localizado na província de Alberta (oeste).

As buscas pelos três, descritos como "alpinistas profissionais e muito experientes", começaram na manhã de quarta-feira (17) e as equipes de socorro encontraram na região "indícios de várias avalanches e restos de material de escalada", acrescentou a Agência de Parques do Canadá (Parcs Canada).

"Com base na avaliação do cenário", a agência "supõe que os três membros do grupo faleceram", indica o comunicado, acrescentando que as condições meteorológicas adversas favoreceram os riscos de avalanche nesse setor montanhoso, que fica na fronteira entre Alberta e a Columbia britânica. A Parcs Canada informou também que as buscas foram suspensas "por avalanches adicionais e pelas condições perigosas no local".

John Roskelley, pai de Jess e também alpinista profissional, afirmou que é pouco provável que os três tenham sobrevivido, segundo uma entrevista a um jornal local de Washington. "O local em que estavam foi percorrido pela primeira vez em 2000. É um dos caminhos em que condições têm que ser perfeitas, caso contrário vira um pesadelo. E foi isso que aconteceu", explicou o veterano montanhista ao jornal Spokesman-Review.

Considerado um dos melhores alpinistas americanos de todos os tempos, John Roskelley alcançou em 2003 o topo do Monte Everest com o filho Jess, quando este tinha apenas 20 anos, convertendo-se assim no mais jovem montanhista a chegar no topo do mundo.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: