Parceria entre o Parque e Centro Esportivo Santos Dumont e a Fundação Olimpíadas Especiais abre caminho para a inserção de deficientes no esporte
Parceria entre o Parque e Centro Esportivo Santos Dumont e a Fundação Olimpíadas Especiais abre caminho para a inserção de deficientes no esporteFoto: Caio Danyalgil/Folha de Pernambuco

Com o intuito de promover mais inclusão e suporte para pessoas com deficiência intelectual no esporte, o Parque e Centro Esportivo Santos Dumont, localizado em Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, firmou uma parceria nesta sexta-feira (2), com a Fundação Olimpíadas Especiais, instituição sem fins lucrativos que promove a inserção de deficientes intelectuais nos meios esportivos. A parceria foi concretizada através da assinatura de um termo de cooperação esportiva, que também conta com o apoio da Secretaria de Educação e Esportes de Pernambuco e da Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer do Recife.

Durante o dia, o Parque recebeu uma série de atividades esportivas, como dança e corrida, além de palestras e oficinas, organizadas para celebrar a parceria entre as partes envolvidas. Antes do termo de cooperação esportiva, o Santos Dumont, sendo um parque público, já oferecia atividades destinadas ao público em geral e modalidades esportivas, como Atletismo, Bocha unificada, Tênis e Vôlei. De acordo com Gustavo Catalano, superintendente do parque, a integralização permite com que o local ofereça mais do que modalidades esportivas. "A gente já fazia um atendimento aqui em 2018 para pessoas especiais, mas a gente sentiu que nossa grande missão e metas tinham que ser mudadas de 2019 para 2020. Um dos focos do Santos do Dumont não é só trazer esportes, mas também melhorar a qualidade de vida dessas pessoas".

Catalano garante que o funcionamento do parque será dividido em cinco eixos: esporte, lazer, melhoria da qualidade de vida através da saúde (exercícios) geração de renda e cultura. Ele ainda acrescenta que, a partir de setembro, o espaço também vai contar com vários cursos, dentre eles, um no ramo de artesanato, com o objetivo de oferecer suporte às famílias. 

Segundo Davi Oliveira, Gerente Geral de Esportes da Secretaria de Educação e Esportes do Estado, outro objetivo dessa parceria é levar ao parque a etapa regional dos Jogos Paralímpicos. “A gente tem procurado priorizar o fomento à inclusão das ações voltadas para as modalidades paralímpicas. Tivemos os jogos paralímpicos recentemente, aqui no Santos Dumont, em que tivemos a participação de 200 pessoas, em 15 modalidades das mais diversas. Então, a gente tem cada vez mais fortalecido o esporte paralímpico em Pernambuco”, ressaltou.

Leia também:
Saiba quem são os símbolos de resistência no esporte
Audiência cobra ações da Secretaria Especial de Esporte
Deficiente visual descobre um novo mundo na vela

Mãe da jovem autista Maria Helena Barbosa, de seis anos, Maria Camila Barbosa, 33, marcou presença no evento e disse que a concretização da cooperação esportiva traz esperança aos pais de pessoas com deficiência intelectual. “A gente insere eles no esporte para ver se eles são melhor assistidos do que na Rede de Saúde. A esperança é que a situação melhore”.

Todos os esportes e atividades oferecidas pelo parque são gratuitas.

Parceria entre o Parque e Centro Esportivo Santos Dumont e a Fundação Olimpíadas Especiais abre caminho para a inserção de deficientes no esporte
Parceria entre o Parque e Centro Esportivo Santos Dumont e a Fundação Olimpíadas Especiais abre caminho para a inserção de deficientes no esporteFoto: Caio Danyalgil/Folha de Pernambuco
Parceria entre o Parque e Centro Esportivo Santos Dumont e a Fundação Olimpíadas Especiais abre caminho para a inserção de deficientes no esporte
Parceria entre o Parque e Centro Esportivo Santos Dumont e a Fundação Olimpíadas Especiais abre caminho para a inserção de deficientes no esporteFoto: Caio Danyalgil/Folha de Pernambuco

veja também

comentários

comece o dia bem informado: