Taison, jogador do Shakhtar Donetsk, da Ucrânia
Taison, jogador do Shakhtar Donetsk, da UcrâniaFoto: SERGEI SUPINSKY / AFP

A Associação Ucraniana de Futebol confirmou a suspensão de um jogo ao atacante brasileiro Taison, que defende o Shakhtar Donetsk, por ter mostrado o dedo do meio e chutado a bola em direção à torcida do Dínamo de Kiev após sofrer com injúrias raciais. O caso do jogador aconteceu no último dia 10, quando aos 30 minutos do segundo tempo, o atleta cometeu uma falta no jogador do Dínamo, que era o visitante na partida.

A punição não foi apenas para o atacante brasileiro. A associação Ucraniana puniu o Dínamo de Kiev, ordenando que o clube jogasse uma partida com portões fechados e pagasse uma multa de 500 mil Grívna, o equivalente a R$ 87.160,38.

Leia também:
Dínamo de Kiev é multado após caso de racismo
Brasileiros são alvos de racismo em jogo na Ucrânia


A Associação Internacional de Jogadores (Fifpro), se manifestou da decisão de Taison ser punido com um jogo. “Estamos muito decepcionados com a decisão da Associação Ucraniana de Futebol de punir Taison com um jogo. Sancionar uma vítima de racismo vai além da compreensão e joga a favor daqueles que promovem esse comportamento vergonhoso”, declarou a Associação.


veja também

comentários

comece o dia bem informado: