Santa Cruz

Mais um: Jeremias sofre entorse e vira dúvida para o jogo contra Jacuipense

No último jogo, o meia ficou em ação por apenas cinco minutos antes de sentir um incômodo no tornozelo direito

Jeremias, meia do Santa CruzJeremias, meia do Santa Cruz - Foto: Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco

De um lado, o alívio pela liberação de Paulinho, uma das principais peças do elenco. De outro, a constante dor de cabeça com a lista de jogadores lesionados no Santa Cruz, que segue em alta. Desta vez, o problema se concentra no meio de campo. Após passar por reavaliação na manhã desta terça-feira, Jeremias foi detectado com uma entorse no tornozelo direito e é mais um que pode desfalcar o Tricolor daqui a seis dias, quando recebe o Jacuipense no Arruda, pela oitava rodada da Série C.

Os treinos no José do Rego Maciel foram divididos no período matinal e vespertino. No primeiro turno, o volante Paulinho, liberado nessa segunda pelo departamento médico coral, deu início à transição física, e pode retornar ao time no próximo compromisso.
 

Dúvida que agora paira sobre Jeremias. O meia ficou em ação somente por cinco minutos no jogo contra o Manaus. Após uma jogada, o atleta sentiu o tornozelo e foi sacado de campo para a entrada de João Cardoso. Ainda não existe previsão de quantos dias o armador deve ficar de “molho” no DM. 

Diferente de Pipico e Célio Santos. Na movimentação física, os dois foram os únicos que realizaram uma atividade no gramado de fortalecimento e recuperação, ainda supervionados pela fisioteparia. A expectativa, é que o centroavante - há mais de dois meses sem atuar - inicie a transição física ao longo deste fim de semana, o que impossibilitaria sua atuação contra o Jacuipense. Enquanto Célio, cumpre ainda os quinze dias de recuperação. 

Tinga e Maycon Cleiton

O jogador a quem Jeremias substituiu, Tinga, já havia deixado os gramados após sentir um desconforto muscular. Em contato com a Folha, o vice-presidente médico da Cobra Coral, Antônio Mário Valente, disse que o volante apresentou fadiga muscular. Depois dos dois primeiros casos, foi a vez de Maycon Cleiton se queixar de dores musculares. 

O arqueiro, no entanto, não teve a mesma “sorte” que os demais e precisou esperar o apito final embaixo da meta, uma vez que Martelotte já havia esgotado o número de paradas para substituições na partida. Único jogador a atuar os 30 jogos até aqui disputados pelo Santa, o goleiro continua sentindo dor muscular e deve ser reavaliado nos próximos dias. Caso não se recupe, Luiz Fernando deve ser acionado em seu lugar na segunda (28). 

De toda forma, vale lembrar que Chiquinho, William Alves, Célio Santos, Júnior, e o próprio Pipico já são dados como ausências certas no próximo jogo.

Veja também

Milan estreia na fase de gupos da Liga Europa com vitória sobre Celtic
FUTEBOL

Milan estreia na fase de gupos da Liga Europa com vitória sobre Celtic

Náutico faz acordo com Ricardo Berna e evita mais um leilão da garagem do Remo
Futebol

Náutico faz acordo com Ricardo Berna e evita mais um leilão da garagem do Remo