Manchester City perde de virada e se distancia mais do Liverpool

O Liverpool, líder da competição e vice-campeão na última temporada, ainda tem um jogo a menos que seus concorrentes

Pep Guardiola, técnico do Manchester CityPep Guardiola, técnico do Manchester City - Foto: AFP

O Manchester City viu nesta sexta-feira (27) a possibilidade de conquistar o tricampeonato inglês se distanciar ainda mais. No jogo que fechou a 19ª rodada, a equipe do técnico Pep Guardiola perdeu por 3 a 2, de virada, para o Wolverhampton, e estacionou nos 38 pontos, 14 a menos do que o líder Liverpool -o Leicester, segundo colocado, tem 39 pontos.

O City teve o goleiro brasileiro Ederson expulso com apenas 12 minutos de jogo. O atacante argentino Kun Agüero precisou ser sacrificado para a entrada do chileno Claudio Bravo. Sterling abriu o placar de pênalti, assinalado com o auxílio do VAR. O atacante inglês perdeu a primeira oportunidade, mas a penalidade voltou após invasão de atletas do Wolverhampton. Na segunda chance, Rui Patrício defendeu de novo, mas Sterling aproveitou o rebote e marcou.

No início do segundo tempo, o camisa 7 do City marcou o segundo, encobrindo o goleiro português. A reação dos donos da casa começou cinco minutos após o time de Guardiola abrir a vantagem de 2 a 0. Traoré chutou de fora da área e diminuiu para o Wolverhampton, aos 10 do segundo tempo.

Já no fim da partida, Raul Jiménez deixou tudo igual e Matt Doherty, aos 44 minutos da etapa final, virou a partida e deu a vitória ao time do técnico Nuno Espírito Santo.
O Liverpool, líder da competição e vice-campeão na última temporada, ainda tem um jogo a menos que seus concorrentes. O confronto com o West Ham, porém, ainda não teve data definida pela federação inglesa.

Leia também:
Liverpool amplia diferença na liderança do Inglês no Boxing Day
Flamengo: diferença em número de jogos para o Liverpool pode ter pesado em final

Veja também

Conmebol defende Copa América e diz que torneio não foi feito 'às pressas'
Futebol

Conmebol defende Copa América e diz que torneio não foi feito 'às pressas'

Eriksen não teve Covid, nem foi vacinado, diz diretor da Inter de Milão
Futebol

Eriksen não teve Covid, nem foi vacinado, diz diretor da Inter de Milão