Futebol

Manchester City vence Real Madrid e abre vantagem na semifinal da Champions

Gabriel Jesus, atacante brasileiro, marcou um dos gols da vitória do time inglês

Gabriel Jesus marcou um dos gols do Manchester CityGabriel Jesus marcou um dos gols do Manchester City - Foto: Paul ELLIS / AFP

O Manchester City abriu vantagem nas semifinais da Liga dos Campeões da Europa ao vencer o Real Madrid por 4x3 nesta terça-feira no jogo de ida no Etihad Stadium.

Os gols do time inglês foram marcados por Kevin de Bruyne, Gabriel Jesus, Phil Foden e Bernardo Silva, enquanto Karim Benzema (2x) e Vinícius Júnior descontaram para os espanhóis.

Graças a mais uma atuação decisiva de sua dupla de ataque, o Real Madrid vai para o jogo de volta com mais esperanças de conseguir uma virada e ir à final.

O jogo

O City abiu o placar logo aos dois minutos com De Bruyne, que aproveitou cruzamento de Riyad Marhez e marcou de cabeça. Aos 11, o time inglês ampliou com Gabriel Jesus. O brasileiro, que marcou quatro gols no fim de semana contra o Watford pela Premier League, foi um problema constante para a defesa do time merengue.

O segundo gol foi um duro golpe para o Real Madrid, que não conseguia sair jogando com a pressão alta do City e acabava sempre rifando a bola. Só quando Luka Modric e Benzema entraram mais no jogo o time espanhol começou a chegar mais no ataque. Aos 30 minutos, após uma roubada de bola do croata, Ferland Mendy cruzou na área para Benzema se antecipar e finalizar de primeira no canto do goleiro Ederson.

O gol deu ânimo ao Real Madrid, que começou a ser mais contundente nos duelos individuais e na marcação para chegar com mais perigo. No melhor momento do time no primeiro tempo, Rodrygo quase quase empatou em um chute que Ederson mandou para escanteio.

Na volta do intervalo, o City aumentou a intensidade e aos quatro minutos quase fez o terceiro em jogada de Mahrez, que driblou Éder Militão e finalizou na trave. No rebote, Foden chutou e Carvajal salvou em cima da linha.

Pouco depois, o atacante inglês conseguiu marcar de cabeça, aproveitando cruzamento do volante brasileiro Fernandinho. Logo em seguida, em grande jogada, Vinícius Júnior arrancou pela esquerda, invadiu a área e tocou na saída do goleiro para diminuir.

Mas quando o Real Madrid dava sinais de que tentaria uma reação, novo banho de água fria. Quando a defesa do time espanhol parou achando que o árbitro ia marcar uma falta, Bernardo Silva continuou no lance e acertou um belo chute no ângulo direito de Courtois.

Mais uma vez o time merengue voltava a sofrer no jogo. Mas quando parecia que o City tinha o jogo controlado, o árbitro marcou pênalti em lance de mão dentro da área de Aymeric Laporte. Benzema foi para a bola e bateu de cavadinha para vencer Ederson.

O francês chegou hoje à artilharia da Champions com 14 gols, superando os 13 do polonês Robert Lewandowski, do Bayern de Munique, já eliminado da competição. O capitão do Real Madrid voltou a brilhar quando o time mais precisava e, apesar da derrota, a diferença de apenas um gol deixa o confronto em aberto para o jogo de volta.

"Perder nunca é bom, mas estamos motivados com esta Champions e o mais importante é que nunca desistimos", disse Benzema depois da partida.

"Poderíamos ter conseguido um resultado melhor, mas temos que jogar bem os dois jogos. Jogamos muito bem hoje e a volta será um bom teste para a personalidade da equipe", comentou o treinador do Manchester City, Pepe Guardiola.

Veja também

"Uma hora o detalhe tem que virar para o nosso lado", desabafa Roberto após empate
Futebol

"Uma hora o detalhe tem que virar para o nosso lado", desabafa Roberto após empate

Náutico tem zagueiro expulso, perde pênalti, e fica no 1x1 com o Criciúma
Futebol

Náutico tem zagueiro expulso, perde pênalti, e fica no 1x1 com o Criciúma