Maracanã é escolhido como sede da final da Libertadores de 2020

O anúncio foi feito pela Conmebol nesta quinta-feira (17)

Estádio do MaracanãEstádio do Maracanã - Foto: Agif/Folhapress

O estádio do Maracanã, que completará 70 anos na próxima temporada, será a sede da final em jogo único da Copa Libertadores de 2020. O anúncio foi feito pela Conmebol nesta quinta-feira (17), durante reunião do conselho da entidade em Assunção, no Paraguai.

O Rio de Janeiro, representado pelo governador Wilson Witzel (PSC), venceu a concorrência com oito estádios, cinco deles brasileiros: Arena Corinthians (São Paulo), Morumbi (São Paulo), Beira-Rio (Porto Alegre), Arena do Grêmio (Porto Alegre) e Mineirão (Belo Horizonte). O Estádio Nacional de Lima (Peru) e o Mario Kempes, em Córdoba (Argentina), também se candidataram.

Leia também:
Fifa define estádio ainda não inaugurado como palco da decisão do Mundial
Witzel propõe fechar acesso a favelas para combater roubo de cargas no Rio

O Estádio Nacional de Santiago, no Chile, sediará a decisão deste ano, marcada para o dia 23 de novembro.

Os brasileiros Flamengo e Grêmio disputam uma das semifinais (empataram o jogo de ida em Porto Alegre por 1 a 1), e os argentinos River Plate e Boca Juniors, a outra (o River tem vantagem de 2 a 0). As partidas de volta serão realizadas na próxima semana.

Em fevereiro de 2018, a Conmebol anunciou que mudaria o formato da decisão do torneio, antes disputada em duas partidas, cada uma com mando de campo para um dos finalistas.

O mesmo modelo foi adotado para a Copa Sul-Americana, que também nesta quinta teve a sede da final do ano que vem anunciada. Será no estádio Mario Kempes, em Córdoba. A decisão deste ano, entre Colón (ARG) e Independiente del Valle (EQU), no dia 9 de novembro, terá como palco a cidade de Assunção.

Veja também

Messi marca na estreia do Barcelona no Campeonato Espanhol
Campeonato Espanhol

Messi marca na estreia do Barcelona no Campeonato Espanhol

Cristiano Ronaldo marca duas vezes no empate entre Juve e Roma pelo Italiano
Campeonato Italiano

Cristiano Ronaldo marca duas vezes no empate entre Juve e Roma pelo Italiano