Marcelo marca no retorno e Real goleia para acabar com "empatite"

Com o resultado, o time "merengue" se manteve na vice-liderança, com os mesmos 18 pontos do vizinho Atlético de Madri

Parlamentares concedem entrevista em uma rádio localParlamentares concedem entrevista em uma rádio local - Foto: Arthur Marrocos/Divulgação

Criticado depois de uma série de quatro empates seguidos, o Real Madrid reencontrou a vitória em grande estilo ao massacrar o Betis (15º) fora de casa por 6 a 1, com um gol do brasileiro Marcelo, que voltava de lesão, neste sábado, pela oitava rodada da Liga Espanhola

"Depois de quatro empates, três deles no campeonato nacional, precisávamos de um jogo como esses. Colocamos a intensidade necessária no jogo para buscar a vitória", comemorou o técnico do Real, Zinedine Zidane.

Com o resultado, o time 'merengue' se manteve na vice-liderança, com os mesmos 18 pontos do vizinho Atlético de Madri, que tem saldo de gols superior (18 contra 14) e também conseguiu um placar elástico, diante do lanterninha Granada (7-1).

O Sevilla ficou logo atrás, com 17 pontos, graças à vitória por 3 a 2 no campo do recém-promovido Leganes (11º), encerrando um jejum de 22 jogos sem vencer fora de casa na competição.

Já o atual campeão Barcelona ficou em terceiro, com 16 pontos, ao atropelar o Deportivo La Coruña (15º) por 4 a 0, com dois gols do brasileiro Rafinha e um do argentino Lionel Messi, que saiu do banco para voltar aos gramados depois de três semanas de ausência.

Marcelo, que machucou no mesmo dia que o camisa 10 do Barça, também voltou a jogar neste sábado, e usou a braçadeira de capitão, na ausência do zagueiro Sergio Ramos, lesionado.

- Golaço em contra-ataque -

Quem abriu o placar foi justamente o substituto de Ramos na zaga, o francês Raphael Varane, com cabeceio certeiro aos 4 minutos de jogo.

O também francês Karim Benzema ampliou aos 31, após receber um passe açucarado do alemão Toni Kroos, que acaba de renovar seu contrato até 2022.

Marcelo deixou sua marca aos 39. O lateral-esquerdo pegou a sobra de um chute de Benzema, no limite do impedimento, dominou no peito e emendou com um chute cruzado, sem chances para o goleiro Adán.

Isco fez 4 a 0 nos acréscimos da primeira etapa, na conclusão de um contra-ataque espetacular, com participação inclusive do brasileiro naturalizado português Pepe, que não hesitou a se projetar para frente para dar o último passe.

O Betis descontou aos 10 do segundo tempo, com gol de Cejudo, que entrou no intervalo, mas Isco voltou a balançar as redes ao 17, com um lindo chute no ângulo.

Faltava o gol de Cristiano Ronaldo, que acabou saindo aos 33. O três vezes melhor do mundo recebeu ótimo passe de Morata, arrancou pela esquerda e acertou um chute seco no cantinho.

Veja também

Santa anuncia renovação de contrato do artilheiro Pipico
FUTEBOL

Santa anuncia renovação de contrato do artilheiro Pipico

Tite convoca Allan e aguarda melhora de Neymar e Alex Telles
Seleção Brasileira

Tite convoca Allan e aguarda melhora de Neymar e Alex Telles