A-A+

Marquinhos afirma jogar na criação e alerta sobre o Brusque

Em dois jogos, o atacante atuou no meio e participou diretamente de dois gols do Sport

Marquinhos em ação contra o Imperatriz/MAMarquinhos em ação contra o Imperatriz/MA - Foto: Anderson Stevens / Sport Club do Recife

A falta de um meia de criação no Sport já foi tema em entrevistas coletivas concedidas pelo técnico Guto Ferreira. Atualmente, o treinador tem à disposição Lucas Mugni e Pablo Pardal, que vêm se revezando entre Copa do Nordeste e Estadual. Porém, Marquinhos também já foi testado fazendo a função e parece vim agradando a comissão técnica. Apesar de ser contratado para atuar pelos lados do campo, não será surpresa se o jogador emprestado pelo Corinthians aparecer entre os titulares, nesta quarta-feira (12), diante do Brusque, atuando na região central do gramado.

"Na verdade, eu sempre fui meia. Não tanto de ligação, mas sempre fui muito participativo ali no meio. Fiz minha base toda jogando de 10. Dá para fazer tranquilo esse meio-campo. Mas, onde o professor me colocar, estou à disposição", relatou.

Das três partidas que fez na temporada com a camisa do Sport, Marquinhos atuou no meio em duas oportunidades. Primeiro, contra o Vitória/BA, entrou no decorrer da partida jogando por dentro, e foi de seus pés que saiu o gol anotado por Lucas Mugni. Diante do Imperatriz/MA, com a ausência do argentino, o atacante deu mais uma assistência jogando pelo meio, dessa vez para Elton. 

Questionado sobre o compromisso da Copa do Brasil, o camisa 33 mostrou conhecimento sobre o adversário. Em cinco jogos realizados na temporada até aqui, o Brusque só perdeu apenas um, e atualmente é o vice-líder do Campeonato Catarinense. Apesar do empate classificar o Leão para a fase seguinte, Marquinhos afirma que o Sport entrará em campo para vencer.

Leia também:
'Empatite' do Sport expõe ineficiência e carências
Sport pretende mudar planejamento por resultados


"Acho que hoje em dia não existe mais time bobo. Tenho amigos que jogam do lado de lá, e sei que é um time que vai competir muito, com o apoio da torcida. Mas vamos colocar nosso jogo em prática. Se tiver que ser na força, vai ser na força, mas se pudermos jogar como queremos, vamos jogar. Vamos fazer de tudo para vencer lá", falou o atacante.

Veja também

Chateado com gols de bola aérea, Florentín lamenta postura contra Palmeiras: 'ficamos muito atrás'
Sport

Chateado com gols de bola aérea, Florentín lamenta postura contra Palmeiras: 'ficamos muito atrás'

Sport sai na frente, não consegue segurar pressão e sofre virada para o Palmeiras
Campeonato Brasileiro

Sport sai na frente, não consegue segurar pressão e sofre virada para o Palmeiras