Futebol

Martelotte vê com bons olhos jogo em gramado sintético

Santa Cruz enfrentará o Atlético/BA, segunda (27), pela Série D, na Arena Cajueiro, que tem grama artificial

Arena CajueiroArena Cajueiro - Foto: Divulgação

Acostumado a sofrer com a má qualidade dos gramados de algumas equipes da Série D do Campeonato Brasileiro, o Santa Cruz terá uma novidade no compromisso de segunda (27), contra o Atlético/BA, pela 11ª rodada do Grupo 4. O duelo não será no Carneirão, estádio que os baianos mandaram os outros compromissos, mas sim na Arena Cajueiro, que tem grama sintética. Mudança aprovada pelos pernambucanos.

“A gente observou o adversário em alguns jogos. É um time qualificado. Vencemos eles aqui, mas foi difícil. O gramado sintético também pode ser uma vantagem porque não encontramos bons gramados nos jogos em que saímos (do Recife). Pode ser que o jogo tenha mais intensidade. Acho que o campo será um aspecto positivo”, declarou o técnico Marcelo Martelotte.

Com um gramado de maior qualidade, o Santa Cruz, atual quinto colocado da chave, com 12 pontos, busca retornar ao G4. Inicialmente, as contas para terminar a primeira fase entre os quatro primeiros colocados indicavam que o Tricolor deveria chegar aos 21 pontos (mais três vitórias em quatro jogos) para alcançar o mata-mata. Martelotte, porém, prefere focar jogo a jogo. 

“O grupo é muito equilibrado. Todos estão próximos, com chance de classificação. Isso faz com que uma pontuação que, no início era considerada necessária, talvez se altere. Vamos disputar três pontos fundamentais contra o Atlético/BA e precisamos passar por esse obstáculo”, frisou o treinador. 

Veja também

Flamengo volta a vencer Corinthians e garante vaga na semifinal da Libertadores
Libertadores

Flamengo volta a vencer Corinthians e garante vaga na semifinal da Libertadores

Claudinei lamenta "resultado inimaginável", e diz que Sport mostrou evolução contra Ituano
Sport

Claudinei lamenta "resultado inimaginável", e diz que Sport mostrou evolução contra Ituano