Martine Grael e Kahena Kunze concorrem ao prêmio de melhores velejadoras do mundo

Ouro na Rio-2016, as brasileiras já levaram o troféu em 2014 e chegam com chances mais uma vez

BelphegorBelphegor - Foto: Divulgação

Martine Grael e Kahena Kunze estão na briga pelo prêmio de melhores velejadoras do mundo. Ouro nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro na classe 49erFX, em agosto, elas já arremataram o troféu do evento em 2014, após título mundial. A celebração é promovida pela Federação Internacional de Vela (ISAF) e a cerimônia está marcada para o dia 8 de novembro, em Barcelona, na Espanha.  

“É uma honra entrar para a lista das melhores do ano depois de uma final olímpica tão emocionante. Estou satisfeita com os resultados da temporada e de ter sempre mantido o nível, mesmo com a lesão da Kahena. Estamos gratas pela indicação”, comemorou Martine, em entrevista ao portal iG Esporte. Além delas, a holandesa Marit Bouwmeester, a argentina Cecília Carranza, a dupla britânica Hannah Mills e Saskia, além da francesa Charline Picon, também estão na briga pelo título.

A novidade deste ano é que a votação será dividida em três partes. Além de membros e autoridades nacionais da ISAF, pela primeira vez o público poderá participar e dar seu voto. A votação popular ficará aberta por 72 horas e terá início no dia 4 de novembro. Os detalhes serão divulgados próximos da data. Vale lembrar que além da premiação de Martine e Kahena em 2014, o Brasil já faturou o troféu com Robert Scheidt, em 2001 e 2004, e com Torben Grael, pai de Martine, em 2009. 

Veja também

Palmeiras anuncia contratação do técnico português Abel Ferreira
Futebol

Palmeiras anuncia contratação do técnico português Abel Ferreira

Sem casos no Sport, Jair se solidariza com Kleina e Martelotte, diagnosticados com Covid
Sport

Sem casos no Sport, Jair se solidariza com Kleina e Martelotte, diagnosticados com Covid