Martine Grael e Kahena Kunze concorrem ao prêmio de melhores velejadoras do mundo

Ouro na Rio-2016, as brasileiras já levaram o troféu em 2014 e chegam com chances mais uma vez

BelphegorBelphegor - Foto: Divulgação

Martine Grael e Kahena Kunze estão na briga pelo prêmio de melhores velejadoras do mundo. Ouro nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro na classe 49erFX, em agosto, elas já arremataram o troféu do evento em 2014, após título mundial. A celebração é promovida pela Federação Internacional de Vela (ISAF) e a cerimônia está marcada para o dia 8 de novembro, em Barcelona, na Espanha.  

“É uma honra entrar para a lista das melhores do ano depois de uma final olímpica tão emocionante. Estou satisfeita com os resultados da temporada e de ter sempre mantido o nível, mesmo com a lesão da Kahena. Estamos gratas pela indicação”, comemorou Martine, em entrevista ao portal iG Esporte. Além delas, a holandesa Marit Bouwmeester, a argentina Cecília Carranza, a dupla britânica Hannah Mills e Saskia, além da francesa Charline Picon, também estão na briga pelo título.

A novidade deste ano é que a votação será dividida em três partes. Além de membros e autoridades nacionais da ISAF, pela primeira vez o público poderá participar e dar seu voto. A votação popular ficará aberta por 72 horas e terá início no dia 4 de novembro. Os detalhes serão divulgados próximos da data. Vale lembrar que além da premiação de Martine e Kahena em 2014, o Brasil já faturou o troféu com Robert Scheidt, em 2001 e 2004, e com Torben Grael, pai de Martine, em 2009. 

Veja também

CBB cancela Brasileiro Adulto 2020 e já planeja edição de 2021
Basquete

CBB cancela Brasileiro Adulto 2020 e já planeja edição de 2021

Sport e Santa se unem por ingressos solidários
Clássico das Multidões

Sport e Santa se unem por ingressos solidários