Maus resultados provocam demissão de Felipão do Palmeiras

Após a Copa América, o treinador acumulou apenas 23,8% de aproveitamento no Nacional, com cinco empates e duas derrotas

Luiz Felipe Scolari não é mais o técnico do PalmeirasLuiz Felipe Scolari não é mais o técnico do Palmeiras - Foto: Fabio Menotti/Ag. Palmeiras/Divulgação

O Palmeiras demitiu nesta segunda-feira (2) o técnico Luiz Felipe Scolari (70) devido à sequência de maus resultados da equipe, que causaram as eliminações na Copa do Brasil e Libertadores, além da queda da liderança para a quinta colocação do Campeonato Brasileiro.

Após a Copa América, o treinador acumulou apenas 23,8% de aproveitamento no Nacional, com cinco empates e duas derrotas. Antes da pausa para a competição sul-americana, o rendimento alviverde era de 92,5%, com 25 pontos somados de 27 possíveis.

Leia também:
Palmeiras sofre com desgaste e problemas na viagem
Colômbia nega querer Felipão para comandar a sua seleção
Aos 70, Felipão supera desconfiança e lidera Palmeiras


Com a sequência negativa, a equipe caiu para a quinta colocação, com 30 pontos, fora da zona de classificação direta para a fase de grupos da Libertadores e a seis pontos de Flamengo e Santos, que lideram o campeonato.

A equipe alviverde tem, porém, um jogo a menos que as quatro equipes que estão à sua frente (Flamengo, Santos, Corinthians e São Paulo).

A informação sobre a demissão de Scolari foi confirmada pela assessoria de imprensa do técnico.

Veja também

Após vitória na estreia, Brigatti elogia jovens e vê Santa ‘equilibrado’
Santa Cruz

Após vitória na estreia, Brigatti elogia jovens e vê Santa ‘equilibrado’

Covid-19: Decreto impede realização jogos na Bahia; estreia do Santa no Nordestão será afetada
Copa do Nordeste

Covid-19: Decreto impede realização jogos na Bahia; estreia do Santa no Nordestão será afetada