McGregor é levado algemado para julgamento por crime doloso

Lutador irlandês ainda foi acusado por agressão e outros dois crimes. Ele invadiu o estacionamento da Barclays Center, em Nova York, e atacou ônibus de outros atletas

Conor McGregorConor McGregor - Foto: AFP

A confusão causada por Conor McGregor na última quinta-feira (5) ainda rende. O irlandês deixou uma das delegacias de Nova York, nos Estados Unidos, algemado rumo a um tribunal do Brooklyn, nesta sexta-feira (6).

Ele enfrentará quatro acusações no julgamento, entre elas, agressão e crime doloso.

Sem motivação aparente, McGregor invadiu o estacionamento do ginásio Barclays Center, no bairro do Brooklyn, e, acompanhado de outras seis pessoas, iniciou um ataque ao ônibus dos atletas, possivelmente à procura do rival Khabib Nurmagomedov.

O irlandês se entregou à polícia na madrugada desta sexta. O julgamento dele acontecerá no mesmo dia.

Por causa da confusão, três lutas foram retiradas do card do UFC 223. Artem Lobov, parceiro de treino de McGregor e presente na confusão, estava escalado para enfrentar Alex Caceres, mas foi expulso pela organização.

Além deles, Michael Chiesa e Ray Borg, vítimas dos estilhaços dos vidros quebrados pelos ataques ao ônibus, foram vetados pela Comissão Atlética de Nova York de se apresentarem no show contra Anthony Pettis e Brandon Moreno, respectivamente.

Veja também

Sem Kleina no banco, Náutico recebe Cruzeiro pela Série B 2020
Futebol

Sem Kleina no banco, Náutico recebe Cruzeiro pela Série B 2020

Jair Ventura ressalta importância do tempo que teve para treinar o time
Futebol

Jair Ventura ressalta importância do tempo que teve para treinar o time