"Me sinto o responsável", afirma Nelsinho após eliminação

Treinador rubro-negro citou aprendizado com o vexame na Copa do Brasil e se esquivou sobre o caso André

Nelsinho Baptista, técnico do SportNelsinho Baptista, técnico do Sport - Foto: Paullo Almeida/Folha de Pernambuco

Sport, Nelsinho Baptista e Copa do Brasil parecia uma mistura imbatível. Com o histórico título dez anos atrás, os três se juntaram novamente nesta temporada e a expectativa podia não ser de título, mas passava longe deste vexame protagonizado por clube e treinador nesta quinta-feira (15), diante do Ferroviário/CE. Após o vexame histórico, o treinador concedeu coletiva sem conseguir mostrar o seu abatimento.

Para alguns, a frieza chegava a transparecer certa descrença em dias melhores no clube. Para outros, o que demonstrado foi um equilíbrio de um veterano que sabe gerenciar uma crise. Fato é que nas explicações, pouca coisa foi detalhada e as respostas foram mais curtas que o habitual. “Eu me sinto responsável por isso. Foi eu quem escalei, eu também fiz as alterações e armei o time. Futebol nos prega algumas peças e pagamos caro. É preciso aprender com o que aconteceu hoje”, comentou Nelsinho.

Questionado sobre o motivo principal do vexame na Ilha do Retiro, o comandante leonino escolheu um fator principal, mas não o destacou como único. “Perdemos Felipe Rodrigues por cãibras. Ele não conseguia mais continuar no jogo. Eu não tinha um lateral de origem no banco de reservas, pois Raul Prata está lesionado. Acabou que desandamos um pouco com essa saída”, avaliou.

Experiente, Nelsinho também foi questionado sobre o fato de se sentir ou não pressionado no cargo. “De jeito nenhum. Tenho experiência suficiente para saber que o meu trabalho vem sendo feito da maneira correta e acredito sim que teremos resultados melhores na frente”, declarou.

Por último, o técnico resolveu sair pela tangente ao ser questionado sobre André e a chance de ele jogar no domingo, contra o América, na Ilha do Retiro, pelo Campeonato Pernambucano. “Vai depender do Departamento Médico, que vetou ele deste jogo contra o Ferroviário. Ele estava relacionado por mim, mas alegou dores. A escalação não passa apenas por mim”, finalizou.

Veja também

São Paulo tem decisão contra Fortaleza de Rogério Ceni
Futebol

São Paulo tem decisão contra Fortaleza de Rogério Ceni

Lewis Hamilton conquista pole position no GP de Portugal
Fórmula 1

Lewis Hamilton conquista pole position no GP de Portugal