Média de público e aproveitamento: números do Náutico nos Aflitos e na Arena

O Náutico disputou 25 jogos nos Aflitos em 2019, com 17 vitórias, cinco empates e três derrotas - aproveitamento de 74,6%

Torcida do Náutico fez a festa nos AflitosTorcida do Náutico fez a festa nos Aflitos - Foto: Léo Malafaia/Folha de Pernambuco

O ano de 2019 entrou para a história com o retorno do Náutico aos Aflitos, após cinco anos mandando seus jogos na Arena de Pernambuco. No retorno ao lar, o Timbu conquistou o título da Série C, o primeiro troféu nacional da história. A Folha de Pernambuco comparou os números do clube no Eládio de Barros Carvalho neste período e em São Lourenço da Mata, no recorte de 2013-2018 e também focando apenas na temporada anterior.

O Náutico disputou 25 jogos nos Aflitos em 2019, com 17 vitórias, cinco empates e três derrotas - aproveitamento de 74,6%. Considerando a temporada anterior, na Arena, o desempenho é ainda um pouco abaixo. No palco pernambucano da Copa do Mundo de 2014, o Timbu ganhou 19, empatou quatro e perdeu apenas uma (84,7%).

Porém, analisando todo o período no estádio, de 2013 a 2018, o aproveitamento do clube no local cai para 58,8%, somando 80 vitórias, 32 empates e 42 derrotas em 155 partidas válidas pelos mais variados torneios, como as Séries A, B e C do Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil, Copa do Nordeste, Copa Sul-Americana e Campeonato Pernambucano.

Quando o assunto é média de público, os Aflitos, mesmo com menor capacidade de lotação, tem números praticamente idênticos ao do ex-reduto alvirrubro. Na Arena de Pernambuco, o Náutico teve média de público de 7.478 torcedores nos cinco anos de parceria com o local. No Eládio de Barros Carvalho, foram 7.421 por jogo em 2019.

Vale citar, contudo, que os números do estádio em São Lourenço da Mata sofreram um acréscimo por conta da final do Pernambucano de 2018, com 42.352 alvirrubros no triunfo por 2x1 ante o Central. O recorde de lotação na Arena envolvendo jogos de clubes. Em contrapartida, pela Copa do Brasil de 2014, apenas 354 pessoas acompanharam a vitória dos mandantes por 2x0 perante o América/RN.

Comparando os dois últimos anos em cada estádio, o Náutico arrecadou mais com as bilheterias dos Aflitos em 2019 do que na Arena de Pernambuco, em 2018. Ao todo, o Timbu embolsou R$ 3.277.237 neste ano no Eládio de Barros Carvalho, contra R$ 3.235.798 na Arena.

Números à parte, é difícil encontrar um torcedor do Náutico que tenha saudades da Arena, mesmo com o título estadual em 2018. A volta para casa significou o início de uma era mais promissora, ancorada no título da Série C.

Leia também:
Willian Simões renova contrato com o Náutico
Depois de Jiménez, Matheus Aurélio é outro a deixar Náutico

Veja também

Kieza e Jhonnatan são dúvidas para jogo contra o Confiança
Futebol

Kieza e Jhonnatan são dúvidas para jogo contra o Confiança

Jogador da NFL diz que o Náutico é seu time favorito
Esportes

Jogador da NFL diz que o Náutico é seu time favorito