A-A+

Médicos descartam lesão grave no joelho de Neymar

Craque brasileiro saiu mais cedo do treino desta terça-feira (28), após receber uma bolada no joelho esquerdo

Neymar sentiu desconforto no joelho esquerdoNeymar sentiu desconforto no joelho esquerdo - Foto: Diego Maranhão/AM Press & Images/Folhapress

Os médicos da Seleção Brasileira descartaram "qualquer lesão de gravidade" no joelho esquerdo de Neymar, que nesta terça-feira (28) teve que deixar o treino mais cedo após sentir dores, a menos de três semanas do início da Copa América. "Neymar fez exames de imagem com a supervisão do médico da seleção, Rodrigo Lasmar, e foi descartada qualquer lesão de gravidade no joelho esquerdo do jogador", informou a CBF em um comunicado. O craque vai continuar em observação.

O astro da seleção, de 27 anos, levou a mão ao joelho depois de receber uma bolada durante o terceiro treino desde sua chegada à Granja Comary, em Teresópolis, na região serrana do Rio de Janeiro. O atacante tentou retomar o ritmo, mas voltou a sentir dor minutos depois e deixou o campo mancando, acompanhado pelo médico da equipe, Rodrigo Lasmar.

A CBF indicou no fim da tarde que o craque do Paris Saint-Germain sentiu um incômodo no joelho esquerdo e que já iniciou o tratamento e está em observação. A temporada de Neymar já havia sido abalada por uma fratura no pé direito, que o manteve afastado dos campos durante três meses.

O atacante voltou a jogar em abril e disputou cinco partidas com a equipe parisiense e poderia até ter disputado outras duas, mas foi suspenso por ter agredido um torcedor após a derrota do PSG na final da Copa da França diante do Rennes. Esse incidente custou ao jogador a braçadeira de capitão da seleção, que agora vai ficar com o veterano Daniel Alves, de 36 anos, também da equipe francesa, conforme anunciou a CBF na segunda-feira (27).

Leia também:
Fernandinho dispensa folga da Seleção para melhorar forma
Neymar chega de helicóptero e se apresenta à Seleção
Neymar antecipa apresentação na Seleção e irrita técnico do PSG
Richarlison é o primeiro a se apresentar na Seleção Brasileira para a Copa América


O Brasil, que não vence a Copa América desde 2007, vai estrear no torneio no dia 14 de junho contra a Bolívia, no estádio do Morumbi, em São Paulo, em partida do Grupo A, que tem também Peru e Venezuela. Antes da competição, a Seleção Brasileira tem dois amistosos agendados: no dia 5 de junho, em Brasília, contra o Catar e no dia 9 de junho, em Porto Alegre, contra Honduras.

Veja também

Náutico divulga protocolo para o torcedor que for ao jogo contra o CRB, na Arena
Náutico

Náutico divulga protocolo para o torcedor que for ao jogo contra o CRB, na Arena

Classificados definidos: veja como ficaram os grupos do quadrangular de acesso da Série C
Série C

Classificados definidos: veja como ficaram os grupos do quadrangular de acesso da Série C