Medina diz aguardar revisão após eliminação em Portugal

Bicampeão mundial explicou o que aconteceu na onda em que foi penalizado por interferência em Caio Ibelli

Gabriel Medina, durante a etapa de Peniche 2019, em PortugalGabriel Medina, durante a etapa de Peniche 2019, em Portugal - Foto: Laurent Masurel/WSL via Getty Images

Eliminado de forma surpreendente na etapa de Peniche, em Portugal, neste domingo (20), o bicampeão mundial de surfe, Gabriel Medina, utilizou as redes sociais para explicar o que aconteceu na bateria contra o conterrâneo Caio Ibelli, nas oitavas de final. Segundo Medina, ele e Ibelli surfavam a mesma onda e ele não viu a placa de prioridade. Os juízes consideraram que ele cometeu uma interferência na onda que seria de Ibelli e, por isso, ele foi penalizado com a perda da segunda nota do somatório.

"Eu e Caio pegamos a mesma onda e cada um foi para um lado. A minha onda foi mais curta e a dele foi mais longa. Tanto que enquanto eu voltava para o outside, ele ainda estava surfando a onda dele. Quando cheguei no fundo, tinha tanta certeza que a prioridade era minha que não olhei para a placa de prioridade. Para minha surpresa, quando veio a onda seguinte, acabei indo porque estava seguro que a prioridade era minha. Acabei levando a interferência", escreveu o surfista em seu perfil oficial do Instagram.

Ao retornar à areia, Medina reclamou a situação com os juízes. Atual primeiro colocado do Championship Tour (CT) da Liga Mundial de Surfe (WSL), ele espera que a bateria seja revisada. "Quando saí da água fui falar com os juízes. Olhamos as imagens abertas, de nós dois voltando remando para o fundo, com um ângulo da câmera aberto. Ficou bem claro que eu cheguei bem antes. E mesmo que eu tivesse chegado junto com ele e tivesse um empate, a prioridade seria minha pela regra. Porque na onda que surfamos juntos antes, o Caio tinha a prioridade. Tenho a esperança que a minha bateria seja reavaliada, pois ocorreu um erro", completou.

A eliminação deixou Medina com apenas 3,700 pontos na etapa, enquanto os seus concorrentes diretos pelo título mundial na temporada 2019, Filipe Toledo (BRA), Jordy (AFS) e Ítalo Ferreira (BRA) já garantiram 4,745 por terem avançado esta fase.

Veja também

Wawrinka vence Murray na primeira rodada de Roland Garros
Roland Garros

Wawrinka vence Murray na primeira rodada de Roland Garros

Aniversariante do dia, Simona Halep vence na abertura de Roland Garros
Roland Garros

Aniversariante do dia, Simona Halep vence na abertura de Roland Garros