Medina é o surfista nacional que mais faturou em 2016

Segundo pesquisa de revista australiana, ele é o segundo entre os dez mais bem pagos

Honraria faz um tributo ao vereador decano da casa, in memorianHonraria faz um tributo ao vereador decano da casa, in memorian - Foto: Divulgação

A revista eletrônica australiana Stab Magazine publicou uma lista com o faturamento dos dez surfistas mais bem pagos de 2016. No topo da pesquisa está o atual campeão mundial, o havaiano John John Florence, com US$ 6,1 milhões (R$ 21,35 milhões).

O brasileiro Gabriel Medina aparece em segundo lugar, com US$ 5,5 milhões (R$ 19,250 milhões) acumulados. Terceiro colocado no ranking mundial, o paulista de Maresias recebeu cerca de US$ 282 mil (R$ 987 mil) em premiações. O restante advém de seus patrocinadores, que não são poucos. O outro brasileiro na lista é Filipe Toledo, que aparece em sétimo, com US$ 1.6 milhão.

A cada uma das 11 etapas do Circuito Mundial (WCT), a Liga Mundial de Surfe (WSL, em inglês) distribui US$ 100 mil (R$350 mil) para o campeão. Quem perde na estreia ou na repescagem recebe US$ 9 mil. Além dos prêmios, os atletas ainda contam com os parceiros comerciais.

Veja também

Após vitória, Lucena acredita em início de reação do Sport na temporada
Sport

Após vitória, Lucena acredita em início de reação do Sport na temporada

À espera de Louzer, Sport bate Vitória/PE, na Ilha, e volta a vencer no Estadual
Campeonato Pernambucano

À espera de Louzer, Sport bate Vitória/PE, na Ilha, e volta a vencer no Estadual