TÊNIS

Medvedev vence e vai às quartas de final do Aberto da Austrália; Swiatek avança

Em 2021, o russo foi derrotado na final do torneio pelo sérvio Djokovic, ausente este ano

Medvedev, tenista russoMedvedev, tenista russo - Foto: MICHAEL ERREY / AFP

Leia também

• Medvedev e Tsitsipas avançam às oitavas de final do Aberto da Austrália

• Aberto da Australia 'lamenta profundamente' impacto do caso Djokovic no torneio

O tenista russo Daniil Medvedev, número 2 do mundo, se classificou para as quartas de final do Aberto da Austrália após derrotar o americano Maxime Cressy (70º) com parciais de 6-2, 7-6 (7/4), 6-7 (4/7), 7-5 nesta segunda-feira (25), sob um calor sufocante de Melbourne. 

"Depois de perder o primeiro set, consegui me distanciar rapidamente. A partida foi muito dura, um inferno!", disse o russo, após 3h30 de jogo. 

Medvedev teve um pequeno problema na parte superior da perna direita durante a partida, que exigiu tratamento na quadra, mas o jogador minimizou o assunto. 

"A partida foi longa, mas mesmo que eu tenha sentido dor, tomando um analgésico, poderei jogar", havia dito na quarta-feira Medvedev, vencedor do último US Open. 

Nas quartas de final, ele enfrentará o canadense Felix Auger-Aliassime (9º). 

No ano passado, Medvedev foi derrotado na final do Aberto da Austrália pelo sérvio Novak Djokovic, ausente este ano.

- Cornet e Swiatek se classificam -
No feminino, a veterana tenista francesa Alizé Cornet derrotou a romena Simona Halep em três sets e avançou às quartas de final. 

Cornet venceu com parciais de 6-4, 3-6 e 6-4 em uma partida que durou 2 horas e 33 minutos na Rod Laver Arena em Melbourne. 

Nas quartas de final, Cornet enfrentará a americana Danielle Collins, que venceu a belga Elise Mertens (4-6, 6-4 e 6-4) em um duelo épico de quase três horas. 

Cornet disputou seu primeiro Grand Slam no Aberto da França de 2005, mas nunca havia passado da quarta fase antes. 

É algo incrível. A batalha que tive com Simona hoje e o calor. Depois de 30 minutos estávamos as duas morrendo e continuamos por duas horas e meia", disse Cornet após o jogo. 

A polonesa Iga Swiatek, 9ª do mundo e que mostrou domínio total em suas primeiras partidas no Aberto da Austrália, experimentou suas primeiras dificuldades sérias nesta segunda-feira, mas acabou vencendo a romena Sorana Cirstea (38ª) por 5-7, 6-3 e 6- 3.

Swiatek não havia cedido um único set nas três primeiras rodadas, perdendo apenas quatro games em média em três partidas, levando um total de quatro horas e quatro minutos para chegar às oitavas de final. 

Já nesta partida contra Cirstea, ela perdeu um set, treze games, e teve que lutar por duas horas e 27 minutos.

As lágrimas em seu rosto refletiram o esforço que precisou fazer ao longo do jogo: "Sou emotiva, ganhe ou perca, eu choro", explicou a tenista de 20 anos, que enfrentará a bielorrussa Aryna Sabalenka (2ª) ou a estoniana Kaia Kanepi (115º) na quarta-feira valendo uma vaga nas semifinais. 

Campeã em Roland Garros em 2020, quando surpreendeu a todos, Swiatek chega às quartas de final pela primeira vez em um Grand Slam que não seja o parisiense.

Veja também

Haas confirma saída de Magnussen no fim da atual temporada da Fórmula 1
Fórmula 1

Haas confirma saída de Magnussen no fim da atual temporada da Fórmula 1

Espanha divulga 11 sedes para a Copa do Mundo de 2030; confira imagens dos estádios
Copa do Mundo de 2030

Espanha divulga 11 sedes para a Copa do Mundo de 2030; confira imagens dos estádios

Newsletter