Mesatenista do Estado disputará evento em Barcelona

Lucas Carvalho, de 17 anos, jogará a etapa espanhola do Circuito Mundial, entre os dias 7 e 11 de junho

Lucas Carvalho, mesatenista pernambucanoLucas Carvalho, mesatenista pernambucano - Foto: Marcos Pastich/Divulgação

No próximo dia 3 de junho, o mesatenista pernambucano Lucas Carvalho, de 17 anos, embarca para o primeiro desafio da carreira na Europa. Entre os dias 7 e 11 do mesmo mês, ele disputará o Aberto de Tênis de Mesa Paralímpico da Espanha, em Ciutat Del Prat, Barcelona.

Lucas está inscrito nos torneios Sub-23 e Adulto Individual e no Adulto Por Equipes, no qual fará parceria com o experiente paulista Cláudio Massad, de 32 anos. Os dois serão os únicos representantes do Brasil no evento, que faz parte do Circuito Mundial e conta pontos no ranking internacional da modalidade.

Para se inscrever no Aberto da Espanha, o critério era estar entre os cinco melhores do país de origem no ano vigente. Lucas, atualmente, é o segundo na Adulto, atrás apenas de Massad, e o primeiro na sua categoria. No ranking mundial, aparece em 11º na Sub-23 e 32º na Adulto – colocações referentes à classe 10, voltada para atletas andantes com deficiência mínima nos membros inferiores.

Embora seja a estreia do pernambucano no Velho Continente, o torneio de Barcelona não será a primeira experiência dele fora do Brasil. No ano passado, o mesatenista jogou a etapa argentina do Circuito Mundial, tendo como saldo dois vice-campeonatos, nos torneios individuais Sub-23 e Adulto.

A expectativa dele é disputar outras etapas do Circuito após Barcelona. “Estou de olho nas etapas mais próximas de nós, a da Argentina, que fui no ano passado, e também da Costa Rica, Chile e Estados Unidos. Não haverá condições de ir a todas, mas tentarei jogar em pelo menos duas delas”, contou ele.

Analisar as condições é um procedimento de rotina para cada passo dado na carreia. Como Lucas ainda não integra a seleção principal permanente, a contribuição Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM) é somente o empréstimo das roupas de treinos e viagens, que são devolvidas no retorno ao País. Os custos operacionais da participação são bancados com “recurso próprio”, ou seja, o famoso “PAItrocínio”.

Nesta temporada, Lucas, que compete pela Unicap, sob a batuta do técnico Paulo Matos, vive uma fase de maturação profissional, tendo exprimentado, pela primeira vez, a vivência de campings de treinos. Em fevereiro, passou 45 dias na Associação Nova Era, de Bauru, São Paulo, cumprindo rotina de treinos físicos, técnicos e táticos.

O trabalho intenso contribuiu para o bom rendimento nos Jogos Parapan-Americanos de Jovens, realizados em março, em São Paulo, quando ele conquistou a prata no Individual e o bronze na disputa Por Equipes; e ainda na Copa Brasil Centro-Norte-Nordeste I, disputada em abril, em Brasília, na qual ele também foi vice-campeão.

Integrante da seleção brasileira Sub-23, ele foi convidado, recentemente, para uma semana e meia de treinos com a seleção principal, participando da preparação do elenco que viria a competir no Campeonato Mundial. Para garantir um bom desempenho na Espanha, ele tem treinado cinco vezes por semana, sendo três dias em dois períodos, divididos entre treinos específicos da modalidade, com Matos, e preparação física, sob orientação do educador Filipe Amaral. Faz ainda um tratamento de prevenção de lesões, com os fisioterapeutas Josemir Dutra e Filipe Tabosa.

“Ele já treina cinco vezes na semana. Com a proximidade da competição, intensificamos a parte técnica, trabalhando jogadas específicas, uma lapidação”, explica Matos. “A expectativa é que o torneio tenha um nível técnico elevado, por ser na Europa, continente que abriga grandes equipes, e também por oferecer premiações mais altas”, completou.

O Circuito Mundial tem um total de 26 etapas, que passam por todos os continentes. Cada etapa tem um grau de relevância, definida por fatores. A maioria é Fator 20, a exemplo do Aberto da Espanha, mas no calendário há também os eventos de Fator 40. A diferença é a quantidade de pontos em jogo no ranking mundial. Em 2017, já foram realizadas oito etapas do Circuito, passando, entre outros lugares, pela Itália, Hungria e Fiji.

Veja também

Santa prolonga contrato de trio para jogo contra o Itabaiana
Futebol

Santa prolonga contrato de trio para jogo contra o Itabaiana

Barça vence Rayo Vallecano de virada e vai às quartas da Copa do Rei
Futebol

Barça vence Rayo Vallecano de virada e vai às quartas da Copa do Rei