Messi abre portas para Neymar, mas diz que retorno é difícil

O craque falou sobre a possível volta de Neymar, e ainda rejeitou proposta feita por Cristiano Ronaldo

Messi Messi  - Foto: AFP

Lionel Messi ainda deseja reeditar a parceria com Neymar no Barcelona. Pelo menos foi o que o próprio assegurou nesta quinta-feira (27), em entrevista publicada pelo jornal Marca. O craque argentino admitiu que sonha com o retorno do brasileiro, embora considere quase impossível a liberação por parte do Paris Saint-Germain. O camisa 10 ainda recusou o desafio proposto por Cristiano Ronaldo, da Juventus.

"Acho complicado [Neymar voltar]. Seria encantador se ele voltasse pelo que ele significa, tanto como jogador como para o vestiário. Somos amigos e vivemos coisas muito lindas, outras nem tanto, mas passamos muito tempo juntos. Vejo que seria muito difícil que ele saísse de Paris; o PSG não vai deixar que levem Neymar", afirmou o atacante.

O sonho de contar novamente com Neymar se limita a reeditar a parceria no Barcelona. Tanto que Messi tratou de recusar educadamente o "desafio" proposto por Cristiano Ronaldo. Hoje na Juventus, o craque português fez um "convite" para o argentino continuar o duelo particular na Itália, em outro cenário diferente ao vivido pelos dois durante quase uma década na Espanha.

Leia também:
Neymar fecha ano com imagem em recuperação
Mbappé supera Neymar e é o jogador mais valioso do mundo
Rezo para que Neymar volte para o Barcelona, diz Arthur

"Não preciso de mudança, já que estou na melhor equipe do mundo. Meus objetivos se renovam ano a ano. Não preciso mudar de time ou de liga para alcançar os meus novos objetivos. Estou na minha casa, no melhor clube do mundo e não tenho necessidade de mudar", sentenciou.

O discurso sobre Cristiano Ronaldo veio carregado de respeito e admiração. Messi enxerga a Juventus como uma das principais favoritas ao título da Liga dos Campeões justamente pela chegada do eterno rival. O argentino ainda coloca o Manchester City, o Bayern de Munique e o PSG no panteão dos times mais fortes após a fase de grupos do torneio.

O Manchester City, aliás, encanta o craque argentino. Messi elogiou o estilo de jogo apresentado pelos ingleses e também revelou que gostaria de trabalhar novamente com Josep Guardiola, atual comandante do time britânico e com quem conquistou duas Champions pelo Barça.

"Sei que é difícil, mas gostaria de voltar a trabalhar com Guardiola. Ele é um dos melhores treinadores do mundo, por isso gostaria de trabalhar de novo com ele, mas sei que vejo isso como algo complicado de acontecer", encerrou Messi.

Veja também

Espanha e Suécia ficam só no 0x0 na estreia na Eurocopa
Futebol

Espanha e Suécia ficam só no 0x0 na estreia na Eurocopa

Pleno do STJD julga na quinta-feira pedido do Flamengo por pausa no Brasileiro
Futebol

Pleno do STJD julga na quinta-feira pedido do Flamengo por pausa no Brasileiro