Messi e Hamilton empatam e ganham prêmio Laureus em Munique

O Brasil tinha três possibilidades de prêmio, com Ítalo Ferreira, Rayssa Leal e Chapecoense, mas não venceu;

Lewis Hamilton, piloto inglêsLewis Hamilton, piloto inglês - Foto: Tobias Schwarz / AFP

O argentino Lionel Messi conquistou, ao lado do piloto Lewis Hamilton, o prêmio de esportista do ano masculino no prêmio Laureus. A cerimônia aconteceu nesta segunda (17), em Munique. Pela primeira vez na história do evento, que completa 20 anos em 2020, uma votação terminou empatada. A única explicação para isso é um ou mais votantes não terem participado. O quórum é de 69 eleitores.

No ano passado, o atacante do Barcelona foi eleito melhor do mundo pela 6ª vez. Hamilton conquistou o quinto título da F-1. Eles derrotaram o golfista americano Tiger Woods, o tenista espanhol Rafael Nadal, o motociclista Marc Maquez (também espanhol) e o maratonista queniano Eliud Kipchoge. Lionel Messi não compareceu à cerimônia e gravou um vídeo de agradecimento. Lewis Hamilton esteve presente.
O Brasil tinha três possibilidades de prêmio, mas não venceu.

Na categoria dos atletas de esporte de ação, o país concorria com o surfista Ítalo Ferreira e a skatista Rayssa Leal. A vencedora foi a snowboarder Chloe Kim, 19. Aos 17 anos, em 2018, ela foi a mais jovem praticante da modalidade a ganhar medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Inverno.

Para comemorar as duas décadas do Laureus, a organização instituiu o prêmio para o momento esportivo mais inspirador do período de 2000 a 2020. A recuperação da Chapecoense após a tragédia aérea de 2016 foi indicada, mas o vencedor foi o rebatedor indiano Sachin Tendulkar, que levou seu país ao título da Copa do Mundo de críquete de 2011 na sexta tentativa. Foi a primeira conquista da seleção depois de 28 anos. A seleção da África do Sul, campeã mundial de rúgbi foi eleita a melhor equipe do ano.

A melhor esportista feminina foi a ginasta americana Simone Biles, 22, que no mundial da modalidade em 2019 se tornou a atleta com mais medalhas da história da competição em qualquer gênero: foram 24.

Leia também:
Santa Cruz começa a colher frutos de experimentações
Apresentado, Daniel Paulista chega motivado ao Sport
Aflitos é arma do Náutico para eliminar Botafogo na Copa do Brasil

Veja também

Durval aciona Sport na Justiça por descumprimento de acordoFutebol

Durval aciona Sport na Justiça por descumprimento de acordo

Esquerdinha cita experiência como trunfo em retorno ao SantaFutebol

Esquerdinha cita experiência como trunfo em retorno ao Santa