Milton confirma Santa para o Clássico das Emoções

Treinador pregou “estabilidade ofensiva” para superar o Náutico e sair dos Aflitos classificado para o mata-mata da Série C

Milton Mendes, técnico do SantaMilton Mendes, técnico do Santa - Foto: Arthur de Souza/Folha de Pernambuco

Esconder a escalação para o Clássico das Emoções que vale vaga nas quartas de final da Série C? Nada disso. O técnico Milton Mendes não adotou o mistério e confirmou os 11 titulares do Santa Cruz que entram em campo no sábado (24), contra o Náutico, nos Aflitos, no último jogo da primeira fase.

O Santa jogará com Anderson; Cesinha, João Victor, Vitão e Victor Lindenberg; Charles, Everton e Daniel Costa; Dudu, Augusto e Elias. “Vamos jogar para vencer. O time é ofensivo e só a vitória nos interessa. Sabemos que o Náutico tem uma excelente equipe, excelente treinador, e está classificado. Nós que precisamos vencer. Quero estabilidade ofensiva”, indicou o treinador.

Leia também:
Após empate, Milton segue esperançoso em classificação
Força-tarefa resgatou o Santa do abismo

Na quinta posição da chave, com 25 pontos, o Santa Cruz não depende apenas de si para ocupar uma das vagas do G4. Há dois caminhos para a classificação coral. O mais complicado: um empate no Clássico das Emoções. Se isso acontecer, será preciso torcer por um empate ou derrota do Botafogo/PB (7º, com 24) diante do Treze (8º, com 18), além de um revés do Imperatriz/MA (3º, com 25) contra o líder Sampaio Corrêa, com 31. No confronto entre Confiança e Ferroviário, o resultado não alteraria a vida do Santa, que de todas as formas ficaria na quarta colocação.

Vencendo o Náutico, o Santa Cruz pode se classificar dependendo apenas de uma combinação entre duas possibilidades. A primeira seria um empate ou derrota do Confiança. Se os sergipanos vencerem, o secador se voltará para um empate ou derrota do Imperatriz. Com um dos dois casos ocorrendo, o Tricolor fica em quarto. Se ganhar e tiver toda a rodada ao seu favor, a Cobra Coral pula para terceiro.

Por não depender apenas de si, o Santa Cruz corre o risco de ficar fora do G4 mesmo vencendo o Náutico. Isso aconteceria se Imperatriz e Confiança ganhassem seus respectivos jogos.

Veja também

Kleina lamenta gol cedido no fim diante da Chapecoense
Futebol

Kleina lamenta gol cedido no fim diante da Chapecoense

Náutico cede empate no fim e fica no 1x1 com a Chapecoense
Futebol

Náutico cede empate no fim e fica no 1x1 com a Chapecoense