A-A+

Milton Mendes tem bons números em clássicos pelo Santa

Na sua primeira passagem pelo Arruda, em 2016, Milton Mendes disputou seis clássicos, obtendo três vitórias, dois empates e uma derrota

Treinador Milton Mendes ainda está invicto nesta segunda passagem pelo SantaTreinador Milton Mendes ainda está invicto nesta segunda passagem pelo Santa - Foto: Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco

O Santa Cruz já enfrentou o Náutico três vezes neste ano. Apesar de ter avançado sobre Timbu na Copa do Brasil, na disputa de pênaltis, o Tricolor ainda não sabe o que é vencer o adversário alvirrubro. Em todos esses confrontos, algo em comum: o time era treinado pelo ex-técnico Leston Júnior. Agora, o torcedor coral tem bons motivos para ficar um pouco mais esperançoso. Não bastasse o treinador Milton Mendes ter dado início a uma guinada nos resultados da equipe, o atual comandante também ostenta no currículo um ótimo retrospecto em clássicos pelo Santa Cruz contra os rivais locais.

Na sua primeira passagem pelo Arruda, em 2016, Milton Mendes esteve à frente do escrete coral em seis clássicos, obtendo três vitórias, dois empates e somente uma derrota. Foram dois embates contra o Náutico e duas vitórias para o Tricolor, ambas pelas semifinais do Pernambucano daquele ano. Quando o assunto é o Clássico das Multidões, o equilíbrio imperou na primeira era Milton Mendes. Depois de um empate por 1x1 no hexagonal final do Estadual, a Cobra Coral levou a melhor na decisão. Venceu o jogo de ida (1x0), empatou na volta (0x0) e ficou com o título. Já na Série A, no Arruda, vitória rubro-negra por 1x0.

Leia também:
Clássico das Emoções acontecerá no Arruda
Pipico, técnicos e Arruda: Josa analisa Clássico das Emoções
Santa liga alerta para possíveis desfalques no clássico
Santa Cruz arranca empate emocionante contra o Globo/RN


A despeito do aproveitamento de 61% em clássicos, e do bom momento vivido pela equipe, o técnico Milton Mendes sabe que tais números não fazem tanta diferença quando a bola rola. De olho na partida deste sábado, o comandante coral vem quebrando a cabeça para definir o time que vai mandar a campo. A lateral-esquerda é uma incógnita. Bruno Ré está fora do jogo. Carlos Renato se recupera de lesão e ainda é dúvida. Já Misael não teve contusão mais grave e pode retornar ao time. Caso os dois laterais-esquerdos fiquem de fora, tudo indica que Cesinha atue improvisado no setor.

Veja também

Por manutenção na Ilha, partida contra o Fortaleza tem local alterado
Sport

Por manutenção na Ilha, partida contra o Fortaleza tem local alterado

Após eliminação na Série D, Milton Mendes deixa o Retrô
Futebol

Após eliminação na Série D, Milton Mendes deixa o Retrô