Morte de jogador italiano será investigada como homicídio

Davide Astori foi encontrado morto dentro do quarto do hotel em que sua equipe se concentrava para a próxima partida

Davide Astori foi encontrado morto no quarto do hotel onde a equipe estava concentrada para o jogo contra a UdineseDavide Astori foi encontrado morto no quarto do hotel onde a equipe estava concentrada para o jogo contra a Udinese - Foto: Andreas Solaro/AFP

O Ministério Público de Udine investigará a morte do jogador Davide Astori, como homicídio culposo. Capitão da Fiorentina, Astori foi encontrado morto, no domingo (4), dentro do quarto do hotel em que sua equipe se concentrava para a partida contra a Udinese.

Leia também:
Capitão da Fiorentina é encontrado morto em hotel antes de jogo

As primeiras informações dão conta de que o atleta teria sofrido parada cardiorrespiratória enquanto dormia por "causas naturais". Embora a hipótese preliminar seja de infarto, o responsável pela investigação Antonio de Nicolo, informou que o caso pode ser enquadrado como "culposo" (sem intenção de matar).

Isso porque, se comprovada a parada cardíaca como causa, a morte poderia ter sido evitada se houvesse melhor prevenção médica.

"É um dever determinar se a morte de Astori ocorriu devido a uma fatalidade ou se alguém deveria ter percebido isso antes", disse Nicolo ao La Repubblica. "Isso nos permitirá individualizar a responsabilidade se houve. Até o momento, ninguém é responsável por nada", acrescentou.

Em memória do capitão da Fiorentina e ex-atleta da seleção da Itália, a Uefa prestará um minuto de silêncio nos jogos das oitavas da Liga dos Campeões.

Veja também

Náutico contrata volante Antonio Bustamante
Futebol

Náutico contrata volante Antonio Bustamante

Na Arena, Sport perde para o Flu e amarga quinta derrota seguida
Brasileiro sub-20

Na Arena, Sport perde para o Flu e amarga quinta derrota seguida