Motociclista é condenado a 15 meses de prisão por matar cão

Juan Sebastián Toro matou o cachorro a tiros, depois de uma discussão com seus donos

O motociclista colombiano foi condenado a 15 meses de prisãoO motociclista colombiano foi condenado a 15 meses de prisão - Foto: Reprodução/Internet

O motociclista Juan Sebastián Toro, que representou a Colômbia em três edições do Rali Dacar, foi condenado nessa quinta-feira (08) a 15 meses de prisão por ter matado um cachorro a tiros há quatro anos em Bogotá.

Toro matou o cão com um tiro de pistola durante uma discussão com seus donos em um bairro de Bogotá em março de 2015. Advogado e empresário, Toro admitiu ter atirado no cão - chamado Príncipe - e pediu desculpas, mas alegou que agiu em legítima defesa porque se sentiu ameaçado pelo cão durante a discussão.

Leia também:

Jogadora morta afogada idolatrava Ronaldo
Ciclista belga cai e morre durante a Volta a Polônia
Ministério Público arquiva inquérito de Neymar, acusado de estupro

Toro participou do Rali Dacar nos anos de 2013, 2014 e 2015, mas após o ocorrido com o cão, que teve repercussão nacional, perdeu seus principais patrocinadores e abandonou as competições.

Maltratar um animal na Colômbia é passível de pena de até três anos de prisão e multa que pode superar os 12 mil dólares.

Veja também

Goleira do Náutico aposta em experiência para ajudar mais jovens
Futebol

Goleira do Náutico aposta em experiência para ajudar mais jovens

Leandro Barcia fica no Sport até o fim do Brasileiro
Futebol

Leandro Barcia fica no Sport até o fim do Brasileiro