Mourinho recusou oferta do futebol chinês

"Só os jogadores podem decidir o que é melhor para o próprio futuro", afirmou o técnico português

José Mourinho José Mourinho  - Foto: Paul Ellis/AFP

O técnico português José Mourinho revelou, em entrevista publicada nesta segunda feira pela revista GQ, que recusou uma grande oferta do futebol chinês, mas não especificou o clube nem o valor da oferta.

Leia mais
Atacante Pato acerta contrato de três anos com time chinês

"Eu já recusei uma grande oferta da China, por isso não serei eu quem vai criticar alguém que vá trabalhar lá", revelou Mourinho.

"A escolha é de cada um, são suas vidas. Só os jogadores podem decidir o que é melhor para o próprio futuro. Sei que outros treinadores da Premier League criticaram essa escolha, mas não será o meu caso", acrescentou.

O brasileiro Luiz Felipe Scolari e o sueco Sven-Goran Eriksson, técnicos vitoriosos por onde passaram, treinam times da Super Liga Chinesa. O campeonato tem jogadores do calibre do argentino Carlos Tevez e do brasileiro Oscar.

"É óbvio que quando a gente tenta renegociar um contrato com um jogador e propõe 5 milhões de libras por ano, se os chineses oferecem 25 milhões teremos problemas", falou o técnico do Manchester United.

"O jogador vai escolher os 5 milhões porque ama o futebol ou vai escolher os 25 milhões porque prefere dinheiro", acrescentou.

"Estou preocupado porque lá oferecem quantias que os clubes europeus não podem pagar", concluiu o treinador português.

Veja também

Retrô e Itabaiana se enfrentam pelo Grupo 4 da Série D
Futebol

Retrô e Itabaiana se enfrentam pelo Grupo 4 da Série D

Tenista Naomi Osaka acende a pira olímpica de Tóquio-2020
Olimpíada

Tenista Naomi Osaka acende a pira olímpica de Tóquio-2020