Muitas contratações e reforços já liberados no Santa

Com o alto número de novas caras no elenco, alguns jovens da base foram emprestados na temporada 2018

Atacante Robinho MotaAtacante Robinho Mota - Foto: Santa Cruz/Rodrigo Baltar

Antes de iniciar a montagem do elenco para a temporada 2018, a diretoria de futebol do Santa Cruz traçou o perfil das contratações de acordo com a realidade financeira do clube. Em crise e consequentemente com o orçamento curto – folha salarial girando em torno de R$ 250 mil –, foi preciso trazer reforços com status de aposta, sendo muitos deles desconhecidos no cenário nacional.

Leia também: 

Sem estrear, Rafinha deixa o Arruda e Santa busca lateral 

Santa Cruz empresta atletas da base e Robinho Mota  

Mesmo sem nomes de grife, o técnico Júnior Rocha fez um balanço positivo do grupo que tem em mãos. Além disso, voltou a rasgar elogios à direção coral, que mesmo com poucas receitas e vivendo uma situação de aperto tem se esforçado para pagar os salários em dia.

“Contratamos muitas apostas. Percebemos que com a pressão maior por conta do histórico negativo do clube nos últimos, os reforços sentiram um pouco por não ter tanto lastro e experiência. Até brinquei que tínhamos que separar os meninos dos homens. Temos muitos jovens da base, além de outros garotos que trouxemos. Mas todos compraram a ideia. Qualidade é caro e tivemos que mostrar raça. Mesmo com toda dificuldade, montamos um grupo competitivo e que ainda vai evoluir. Estou satisfeito principalmente com a diretoria, que tem honrado os compromissos com os jogadores e dado respaldo. O comprometimento tem sido de todos”, avaliou.

Sem contar com o zagueiro Danny Morais e o atacante Jonathan Bryan (ainda não oficializados), o clube anunciou oficialmente 22 novas caras: os goleiros Tiago Machowski e Ricardo Ernesto; os zagueiros Renato Silveira, Augusto Silva e Genílson; os laterais Paulo Henrique, Rafinha, Henrique Ávila e Maílton; os volantes Jorginho, Jefferson Silva, Ilaílson, Luiz Otávio e Leandro Salino; os meias Arthur Rezende, Daniel Sobralense, Héricles e Geovani; os atacantes Robinho, Robinho Mota, Vinícius e Fabinho Alves. Ao todo, dois goleiros, três zagueiros, quatro laterais, cinco volantes, quatro meias e quatro atacantes.

Vale lembrar que três reforços já foram liberados: Rafinha (sequer atuou), Jefferson Silva (não jogou e voltou para o América/PE) e Robinho Mota (entrou em duas partidas e foi emprestado ao Desportiva Guarabira/PB). Além do mais, os pratas da casa Weslley e Anderson, ambos subiram para o elenco profissional este ano, foram cedidos para o Desportiva Guarabira/PB e o Campinense/PB, respectivamente. 

Veja também

Para reagir na Série A, Sport busca surpreender Atlético/MG, no Mineirão
Brasileirão

Para reagir na Série A, Sport busca surpreender Atlético/MG, no Mineirão

Bahia, São Paulo e Vasco conhecem adversários da Copa Sul-Americana
Sulamericana

Bahia, São Paulo e Vasco conhecem adversários da Copa Sul-Americana