FUTEBOL

Mundial de Clubes será disputado nos Emirados Árabes no início de 2022

O torneio está previsto para ocorrer em fevereiro, no mínimo, já que a Copa Africana das Nações (CAN) será disputada de 9 de janeiro a 6 de fevereiro

Chelsea, campeão da Supercopa da UefaChelsea, campeão da Supercopa da Uefa - Foto: Paul ELLIS / AFP

Leia também

• Chelsea vence Manchester City e conquista pela segunda vez a Liga dos Campeões

• Com dois de Bruno Henrique, Flamengo vence Barcelona de Guayaquil pela Libertadores

• Palmeiras empata com Atlético-MG fora e vai à final da Libertadores

• Flamengo e Palmeiras fazem quarta final brasileira da Libertadores

A próxima edição do Mundial de Clubes será Emirados Árabes Unidos no início de 2022, anunciou nesta quarta-feira o presidente da Fifa, Gianni Infantino.

O torneio deveria ter sido disputado em dezembro de 2021 no Japão, mas os organizadores locais desistiram da competição devido à pandemia de covid-19. 

Esta será a segunda vez consecutiva que este torneio internacional, tradicionalmente disputado em dezembro com os campeões das diferentes confederações e o campeão nacional do país sede, é disputada fora das datas habituais por conta da situação sanitária. A edição de 2020 foi transferida para fevereiro de 2021 e foi disputada no Catar, com o Bayern de Munique conquistando o título. 

"A Copa do Mundo de Clubes (2021) será disputada no início de 2022. Não há datas definidas, mas o anfitrião será os Emirados Árabes Unidos", declarou Infantino em entrevista coletiva após reunião do Conselho da Fifa. 

O torneio está previsto para ocorrer em fevereiro, no mínimo, já que a Copa Africana das Nações (CAN) será disputada nos Camarões de 9 de janeiro a 6 de fevereiro. 

Os Emirados Árabes Unidos já sediaram a Copa do Mundo de Clubes quatro vezes anteriormente. A última foi em 2018, quando o Real Madrid foi campeão.

Veja também

Barcelona perde para o Bayern e se despede da Liga dos CampeõesFutebol

Barcelona perde para o Bayern e se despede da Liga dos Campeões

"Base não pode ser somente tapa-buraco", alerta Everton FelipeFutebol

"Base não pode ser somente tapa-buraco", alerta Everton Felipe