Mundial: Fla encara sua 'versão asiática' por vaga na final

Após reconquistar Brasil e América, cariocas encaram time mais popular da Arábia sonhando alcançar o topo

Liderado por Gabigol, Flamengo inicia jornada rumo ao biLiderado por Gabigol, Flamengo inicia jornada rumo ao bi - Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Clube mais popular do País. Sempre lotando estádios, com vários títulos no currículo e com alto poder aquisitivo. É o atual campeão continental e tem na sua história participações de nomes como o do meia Thiago Neves e do técnico Jorge Jesus. Poderia ser o Flamengo, mas a equipe em questão aqui é o Al-Hilal, da Arábia Saudita, adversário dos cariocas na semifinal desta terça-feira, às 14h30 (horário de Brasília), no Estádio Internacional de Khalifa, em Doha, no Qatar, pelo Mundial de Clubes da Fifa. Quem passar de fase, enfrenta na decisão o vencedor de Liverpool/ING e Monterrey/MEX, que jogam amanhã, no mesmo horário e no mesmo estádio.

Leia também:
Flamengo prepara força máxima para semi contra o Al-Hilal
Al-Hilal vence Espérance e vai enfrentar o Flamengo
Torcida do Flamengo grita 'fica, Gabigol' na chegada do time a Doha

O Flamengo, que busca pela segunda vez na história uma vaga na final do Mundial, terá a mesma escalação que já está na ponta da língua do torcedor: Diego Alves, Rafinha, Rodrigo Caio, Pablo Marí e Filipe Luís; Willian Arão, Gerson, Everton Ribeiro; Arrascaeta, Bruno Henrique e Gabigol. Sem lesionados e com fôlego renovado depois de alguns dias sem compromissos oficiais - o último foi no dia 8 de dezembro, quando foi derrotada pelo Santos por 4x0 -, a equipe terá a pressão de evitar um “vexame” ao ser eliminada antes da sonhada decisão contra o Liverpool - Internacional (2010) e Atlético/MG (2013) já frustraram suas respectivas torcidas ao caírem nas semifinais diante de Mazembe, do Congo, e Raja Casablanca, de Marrocos, respectivamente.

Para muitos, o Al-Hilal é uma espécie de “Flamengo Asiático”. Assim como os cariocas, o clube nunca foi rebaixado de divisão e tem os cofres cheios, graças ao investimento da família real saudita. Como já foi ditado, o adversário do Rubro-negro teve no seu elenco Thiago Neves e, no ano passado, contou com a presença do técnico Jorge Jesus. O atual comandante dos árabes é o romeno Razvan Lucescu. No elenco, o time tem nomes como o do artilheiro francês Gomis, o italiano Giovinco e o brasileiro Carlos Eduardo, capitão e ídolo. Além deles, quem integra o grupo que tenta ser a zebra no Mundial é o ex-flamenguista Cuéllar.

As disparidades entre Flamengo e Al-Hilal, porém, começam a crescer ao ser analisado o valor de cada elenco. Os cariocas possuem um time avaliado em 145,3 milhões de euros (cerca de R$ 661,4 milhões), de acordo com o "Transfermakt", site especializado em valores de mercado. A equipe árabe custa 45,6 milhões de euros (cerca de R$ 208 milhões), mais de três vezes menos. O Liverpool é o mais caro da lista, valendo 1,1 bilhão de euros (cerca de R$ 5,3 bilhões).

Treino
A maior parte do último treino do Flamengo antes da partida foi fechada à imprensa, que só pôde acompanhar os 15 minutos iniciais. Durante esse curto período, os jogadores protagonizaram apenas movimentos com bola e uma leve corrida em torno do gramado. Os cariocas chegaram ao país-sede da disputa.

Ficha técnica
Al-Hilal
Al-Muaiouf; Al-Burayk, Jang Hyun-Soo, Al-Bulaihi e Al-Shahrani; Otayf, Cuéllar, Carrillo, Carlos Eduardo e Al-Dawsari (Giovinco); Gomis. Técnico: Razvan Lucescu
Flamengo
Diego Alves, Rafinha, Rodrigo Caio, Pablo Marí e Filipe Luís; Willian Arão, Gerson, Everton Ribeiro; Arrascaeta, Bruno Henrique e Gabigol. Técnico: Jorge Jesus
Local: Estádio Internacional de Khalifa (Doha, Qatar)
Horário: 14h30 (Brasília). Árbitro: Ismail Elfath (EUA). Assistentes: Kyle Atkins e Parker Corey (ambos do EUA). VAR: Alan Kelly (IRL). Transmissão: Globo, SporTV, Globo Play e SporTV Play



Veja também

Com série de desfalques por conta da Covid-19, Náutico visita a Ponte Preta
Futebol

Com série de desfalques por conta da Covid-19, Náutico visita a Ponte Preta

Vale o acesso à Série B: Santa recebe o Brusque, pelo duelo final do quadrangular da Série C
Futebol

Vale o acesso à Série B: Santa recebe o Brusque, pelo duelo final do quadrangular da Série C