Na estreia de Roberto, Santa tenta voltar ao G4

Em má fase, Santa Cruz mira reação contra o Confiança/SE, nesta segunda (28), às 19h, pela sétima rodada da Série C

Santa Cruz treina em Aracaju antes de pegar o Confiança/SESanta Cruz treina em Aracaju antes de pegar o Confiança/SE - Foto: Santa Cruz/divulgação

 O Santa Cruz vive mais um momento de turbulência no ano. Após duas derrotas seguidas no Arruda - 3x2 de virada para o Botafogo/PB, pela rodada passada da Série C, e 4x1 para o ABC/RN, pelo jogo de volta das quartas de final da Copa do Nordeste, respectivamente -, uma mudança imediata no comando técnico. Com PC Gusmão demitido, Roberto Fernandes, ex-Náutico, foi escolhido como treinador substituto e já estreia nesta segunda-feira (28), contra o Confiança/SE, na Arena Batistão, em Aracaju, às 19h, pela sétima rodada do Brasileiro. A primeira meta do recém-chegado é reencontrar o caminho da vitória para recolocar o clube no G4 da competição.

Pernambucanos e sergipanos voltam a se enfrentar pela terceira vez em 2018. Nos dois confrontos anteriores, ambos pela fase de grupos do Nordestão, empate em 1x1, em Aracaju, na estreia oficial da temporada, e vitória dos tricolores pelo placar de 4x1, no estádio do Arruda. Na goleada no Recife, o Dragão já estava eliminado do torneio regional e entrou em campo com o time reserva.
Com a terceira troca de treinador em cinco meses de temporada, além das eliminações na Copa do Brasil, Campeonato Pernambucano e Copa do Nordeste, respectivamente, o goleiro Tiago Machowski cobrou uma outra postura do Santa. "Quando o clube muda o treinador, alguma coisa tem de ser alterada. Se a gente continuar como antes, outro técnico vai sair. Temos que mostrar algo diferente e ter mais pegada. Não posso falar aqui que vamos ter outra cara, mas com a chegada de Roberto (Fernandes) precisamos tentar equilibrar os resultados", declarou o camisa 1, que volta à titularidade depois de ter cumprido suspensão automática no mata-mata do Nordestão.
Enfim regularizado, o meia Valdeir pode fazer a sua estreia com a camisa tricolor após passar mais de duas semanas só treinando no Arruda. Aliviado por estar à disposição, o recém-contratado comentou sobre o novo treinador. "Todo mundo tem que mostrar serviço. Eu conheço pouco do trabalho dele. Só joguei contra mesmo. Mas sei que é Roberto Fernandes é um técnico vitorioso. Foi campeão pernambucano este ano pelo Náutico e é uma honra trabalhar com ele", disse o jogador de 25 anos de idade.
Preparação
A Cobra Coral tem dois desfalques garantidos para o duelo em Sergipe: os meias Geovani, com uma lesão grau dois na coxa, e Hericles, que voltou a sentir dores no púbis. O primeiro deles vai ficar fora de combate por pelo menos 15 dias, já o seu companheiro tem uma pubalgia crônica e o retorno aos gramados depende da evolução do tratamento. Ambos estão entregues ao Departamento Médico do clube. Por outro lado, o zagueiro Danny Morais pode ser reforço. Desfalque nos três últimos jogos devido a uma fratura no nariz, o capitão voltou a treinar normalmente com todo o elenco há mais de uma semana e agora está usando uma máscara depois de ter passado por uma cirurgia na face.
Reencontro
O detalhe é que Roberto Fernandes vai fazer o seu primeiro jogo sob o comando do Tricolor diante de um clube que já dirigiu recentemente na carreira. No ano passado, teve uma passagem muito curta no Confiança/SE, marcada por apenas dois jogos em pouco menos de uma semana que esteve no cargo. Em 2016, desta vez com nove partidas disputadas, assumiu os sergipanos na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro da Série C, reagiu, mas não conseguiu a classificação para o mata-mata porque não ficou entre os quatro, terminando na 7ª colocação. A outra questão é que atualmente o Dragão é o vice-líder da competição, com 13 pontos, quatro a mais em relação ao Tricolor, com nove e fora do G4. O adversário não perde há três rodadas e no último jogo goleou o Remo/PA por 3x0, fora de casa.
 

Ficha técnica

Confiança/SE

Genivaldo, Ângelo, Gabriel, Simon e Radar; Diogo, Everton Santos, Rafael Villa e Raí; Léo Ceará e Iago. Técnico:Luizinho Lopes.

Santa Cruz

Tiago Machowski; Vítor, Danny Morais (Augusto Silva), Sandoval e Henrique Ávila; Charles, Carlinhos Paraíba e Arthur Rezende; Robinho, Halef Pitbull e Fabinho Alves (Valdeir). Técnico: Roberto Fernandes.
Local: Arena Batistão (Aracaju/SE)
Horário: 19h
Arbitragem: Marco Aurelio Augusto Fazekas Ferreira (MG)
Assistentes: Marcus Vinicius Gomes e Marconi Helbert Vieira (ambos de MG)
Transmissão TV: Esporte Interativo

Veja também

Superliga europeia fica ameaçada de ruir dois dias após ser criada
Futebol Internacional

Superliga europeia fica ameaçada de ruir dois dias após ser criada

Superliga é criticada por 14 clubes da primeira divisão inglesa
Futebol Internacional

Superliga é criticada por 14 clubes da primeira divisão inglesa