A-A+

Na prorrogação, Brasil perde para Porto Rico no Pré-Olímpico

Seleção esteve na vantagem durante os primeiros três quartos, mas vacilou na reta final e complicou sua vida na luta por uma vaga nos Jogos Olímpicos

Brasil estreou com derrota no Pré-OlímpicoBrasil estreou com derrota no Pré-Olímpico - Foto: Divulgação

O retrospecto positivo, a vantagem desde o início do jogo e os 12 pontos de diferença durante o terceiro quarto. Tudo pesava para uma vitória do Brasil diante de Porto Rico, nesta quinta (6), em Bourges, na França, na estreia do Pré-Olímpico Mundial. Só faltou combinar com as adversárias. No último quarto, as porto-riquenhas engataram uma reação espetacular, empatando o confronto e levando a decisão para a prorrogação. A seleção verde-amarela passou os primeiros três minutos sem acertar a cesta, reagiu nos segundo finais, mas não conseguiu impedir o revés por 91x89. O resultado complicou a vida das brasileiras na luta por uma vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio, no Japão. A equipe do técnico José Neto voltará a jogar no sábado (8), contra a França, às 16h30, e no domingo (9), contra a Austrália, às 10h. No Grupo, se classificam três das quatro melhores seleções.

O Brasil iniciou o jogo errando bastante no ataque. No lado porto-riquenho, Jennifer O'Neill convertia todas as bolas. Quando as brasileiras conseguiram cortar os contra-ataques das adversárias, o duelo ficou mais equilibrado. Débora, com dois lances livres e um arremesso de três, acordou a seleção. Depois, Pati Teixeira e novamente Débora colocaram a equipe na vantagem, fechando o primeiro quarto com a vitória parcial de 20x18.

No segundo quarto, foram as porto-riquenhas quem abusaram dos erros. Ainda assim, o Brasil não conseguiu ampliar tanto a vantagem, principalmente por conta dos desperdícios em lances livres. A situação não se complicou porque Érika chamou a responsabilidade e marcou 11 pontos, ajudando as brasileiras a fazer 42x36 no segundo quarto. No terceiro, o destaque foi a ala-pivô Damiris, que chegou aos 19 pontos no duelo. A diferença passou de quatro para oito pontos e a seleção seguiu na dianteira, com 63x55.

Leia também:
Brasil estreia no Pré-Olímpico Mundial de basquete nesta quinta
Após gol, Salatiel mira crescimento no Náutico


Quando o jogo se caminhava para uma vitória tranquila do Brasil, Porto Rico iniciou uma reação espetacular. Enquanto a equipe verde-amarela errava uma cesta atrás da outra, as adversárias engataram um aproveitamento espantoso, principalmente nos lances de três. A diferença, que chegou a ser de 12 pontos para as comandadas de José Neto, foi caindo para seis, quatro, dois...até o empate em 83x83, provocando a prorrogação.

Os primeiros três minutos da prorrogação foram um pesadelo. Nenhum ponto brasileiro e sete das porto-riquenhas. Na reta final, porém, duas cestas de três recolocaram a seleção no jogo. Faltando menos de um minuto, o Brasil estava apenas um ponto atrás do placar. Débora teve a bola da vitória nos últimos segundos, mas desperdiçou o lance. Vitória de Porto Rico por 91x89.

 

Veja também

Ronaldo Bezerra vence na estreia e vai às oitavas do Mundial de Boxe
Boxe

Ronaldo Bezerra vence na estreia e vai às oitavas do Mundial

Veja quem tem contrato com o Santa Cruz para 2022
Futebol

Veja quem tem contrato com o Santa Cruz para 2022