Futebol

Na Ressacada, Náutico perde por 3x1 para o Avaí

Timbu melhorou na segunda etapa, mas demonstrou mais uma vez dificuldades defensivas já notadas durante a temporada

Estádio da RessacadaEstádio da Ressacada - Foto: Reprodução/Twitter
A estreia do Náutico não foi como os torcedores esperavam. No início de noite deste sábado (8), no estádio da Ressacada, o Náutico perdeu por 3x1 para o Avaí. Os gols do Leão foram marcados por Gastón Rodriguez (duas vezes) e Carlão (contra), pelo lado do Timbu, Kieza descontou.
 
Com jogadores conhecidos e que já fizeram algum sucesso no futebol brasileiro, o Avaí foi amplamente superior ao Náutico na primeira etapa. O maior domínio do clube catarinense se deu principalmente pela atuação do meio de campo do Leão. A falta de proteção defensiva dos volantes do Timbu facilitaram bastante o maior envolvimento dos comandados de Geninho na partida.
 
 
Mesmo assim, o Náutico foi quem teve a primeira oportunidade de gol. Aos cinco minutos do primeiro tempo, Jorge Henrique deu ótimo passe e de frente com o goleiro Kieza finalizou para a última linha. Esta, no entanto, foi a única chance do Alvirrubro.
 
Depois dessa primeira investida, o Avaí tomou conta do jogo e empilhou oportunidades. O primeiro gol da partida veio aos 25 minutos do primeiro tempo. Após o escanteio cobrado por Valdívia, Salinas desviou e Gastón Rodriguez mandou para o fundo das redes. 
 
O segundo gol do Leão foi marcado após infelicidade do zagueiro Carlão. O jogador revelado pelas categorias de base do Timbu tentou tirar a bola após bela cobrança de falta de Valdívia e acabou marcando contra.
 
Para o segundo tempo, Gilmar Dal Pozzo mexeu no time e alçou Jean Carlos e Erick ao jogo. Os atletas entraram no lugar de Thiago e Jorge Henrique e deram uma sustentação ofensivo maior ao time.
 
Criando mais, o Náutico conseguiu empurrar o Avaí para a defesa. Dessa forma, o Timbu conseguiu esconder seu piores defeitos: a proteção à zaga e a própria defesa. Além disso, o Avaí tinham ótimos nomes no meio de campo em termos ofensivo, os mesmos que dominaram a primeira etapa, mas defensivamente só Ralf se destaca. Valdívia é um meia que pouco marca e Bruno Silva é lento.
 
Assim, Willian Simões acertou ótimo cruzamento para Kieza, que subiu entre os defensores do Avaí e descontou para o Náutico. Nos acréscimos, porém, Gastón Ramírez recebeu ótimo passe e finalizou na saída do goleiro Jefferson. Este foi o egundo gol do uruguaio na partida.
 
Se a vitória não veio, fica a expectativa da repetição da forma que o time atuou na segunda etapa deste jogo. Jean Carlos, inclusive, mostrou mais uma vez que é indispensável e insubstituível neste time. A entrada do meia deu fluidez à construção de jogo do timbu e consequentemente mais oportunidades de gols.
 
Ficha técnica

Avaí 3
Lucas; Arnaldo (Iury), Rafael Pereira, Salinas (Airton) e Capa; Ralf, Bruno Silva, Valdivia (Betão), Renato (Emeron Tucão); Jonathan (Pedro Castro) e Gastón Rodriguez. Técnico: Geninho

Náutico 1
Jefferson; Hereda, Carlão, Camutanga e Willian Simões; Rhaldney (Lucas Paraíba), Djavan (Wagninho) e Jorge Henrique (Jean Carlos); Dadá Belmonte (Salatiel), Thiago (Erick) e Kieza. Técnico: Gilmar Dal Pozzo

Local: Ressacada (Florianópolis/SC)
Horário: 19h
Árbitro: Alexandre Vargas Tavares de Jesus (RJ)
Assistentes: Andrea Izaura Maffra Marcelino de Sá e Thiago Gomes Magalhães (ambos do RJ)
Gols: Avaí: Gastón Rodriguez (2x) e Carlão (contra); Náutico: Kieza.
Cartões: Jean Carlos, Lucas Paraíba, Rhaldney, Erick (N); Bruno Silva, Valdívia, Jonathan (A)

Veja também

CBF e clubes mantêm proibição de torcedores em jogos do Brasileirão
Protocolo

CBF e clubes mantêm proibição de torcedores em jogos do Brasileirão

Em jogo movimentado, Afogados perde por 2x0 para o Campinense
Série D

Em jogo movimentado, Afogados perde por 2x0 para o Campinense