'Não estamos nem perto do retorno do futebol', diz ministro argentino

García ainda alertou que não planeja uma retomada a treinos e jogos sem o apoio de autoridades de saúde

Tevez em ação na derrota do Boca para o Athletico/PR por 3x0Tevez em ação na derrota do Boca para o Athletico/PR por 3x0 - Foto: Heuler Andrey/AFP

Assim como no Brasil, na Argentina o retorno do futebol está indefinido por conta do novo coronavírus. A situação foi diretamente repercutida pelo ministro da Saúde, Ginés González García.

Em entrevista ao canal TN, García revelou que vai se reunir com o ministro de Turismo e Esportes do país para abordar possíveis soluções, mas rechaçou qualquer tipo de movimentação para o retorno do futebol nas próximas semanas.

"Existem planos para alguns clubes treinarem em grupos, mas não todos. Não estamos nem perto do retorno do futebol, mas também é verdade que, para um jogador profissional, é muito difícil aguentar tanto tempo. Vamos falar sobre isso com Lammens [ministro do Turismo e Esportes]", afirmou.

Leia também:
Canal argentino crava que Eliminatórias serão adiadas
Brasil x Bolívia, na Arena PE, pode ser disputado dia 4 de setembro, diz Conmebol


O ministro da Saúde, no entanto, enfatizou que o assunto é secundário. "Devo dizer que o retorno ao futebol não é uma prioridade", completou. Paralisado há mais de um mês, o futebol argentino, por meio da AFA (Associação de Futebol Argentino), já alertou que não planeja uma retomada a treinos e jogos sem o apoio de autoridades de saúde.

Veja também

Sport anuncia a chegada do meia Hernanes, ex-São Paulo, à Ilha do Retiro
Sport

Sport anuncia a chegada do meia Hernanes, ex-São Paulo, à Ilha do Retiro

Simone Biles elogia desempenho de Rebeca Andrade na ginástica: 'É só o começo'
Jogos Olímpicos

Simone Biles elogia desempenho de Rebeca Andrade na ginástica: 'É só o começo'