'Não estava no script', diz Roberto Fernandes sobre sustos

Treinador do Santa Cruz, Roberto Fernandes afirmou que o drama na vitória diante do Remo não estava nos seus planos, mas exaltou os três pontos

Roberto Fernandes Roberto Fernandes  - Foto: Daniel Lima

Vencer e convencer é um luxo para poucos no futebol. O mais importante são os três pontos conquistados e um degrau a mais na tábua de classificação. Essa é a visão dos tricolores após a vitória por 2x0 diante do Remo. Com o pulo da quarta para a terceira colocação, a Cobra Coral vai se firmando no G4. Porém, os sustos tomados diante do Remo não passaram em branco. “Todo mundo sofreu muito (risos). Não estava no script esse drama. O Remo conseguiu ganhar campo e nos pressionou. Eu sabia que o 1x0 não era o suficiente. Entendo o nosso recuo natural. Não foi ordem minha, mas é natural. Mas, fica essa lição para que possamos evoluir e sofrer menos”, comentou o técnico Roberto Fernandes.

Leia também:
[Fotos] Santa Cruz bate o Remo e assume a terceira colocação
Santa Cruz encara Remo para tentar subir mais um degrau
Injeção de ânimo no Santa Cruz e elenco com moral elevado

Abusando da sinceridade, o comandante tricolor reconheceu o valor do adversário e colocou como uma das falhas dos seus comandados o excesso de individualidade. “A palavra imposição diz tudo. O Remo se impôs e teve mérito, mas não conseguiu fazer o gol. Nós conseguimos fazer. Mas, desperdiçamos muitas situações por conta do individualismo, prendendo a bola um pouco a mais do que o necessário”, explicou Roberto.

Para o próximo jogo, o treinador não poderá contar com Arthur Rezende, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Em compensação, terá o retorno do zagueiro Sandoval. Além dele, os meias Carlinhos Paraíba e Valdeir também deverão ser opção para encarar o Globo/RN, no próximo sábado (14), no Arruda.  

Veja também

Suécia vence Eslováquia na Eurocopa
Futebol

Suécia vence Eslováquia na Eurocopa

Weriton detalha primeiras impressões sobre Roberto Fernandes
Futebol

Weriton detalha primeiras impressões sobre Roberto Fernandes