Náutico ainda pode contratar mais um jogador

Departamento de registros do clube informou que mais um reforço pode ser inscrito na Série B 2017

Busatto foi formado na base do Grêmio Busatto foi formado na base do Grêmio  - Foto: Divulgação

Prego batido e ponta virada? Pelo visto, não. Quando o Náutico achou que tinha encerrado suas contratações com as chegadas do goleiro Busatto, do meia Rafinha e do atacante Dico, veio a notícia: o departamento de registros do clube descobriu que, no lugar de três, a equipe pode inscrever quatro atletas para a reta final da Série B 2017. Com isso, o clube pode trazer mais um atacante.

A possibilidade abre espaço algumas possibilidades. A primeira é com relação ao meia-atacante Rogerinho. O jogador estava emprestado ao Bangu/RJ e voltou nesta semana para o clube. Ele, que já trabalhou com o técnico Roberto Fernandes no clube carioca, será avaliado para saber se ganhará uma chance no Timbu. Caso contrário, a equipe voltará ao mercado para buscar um reforço. Um dos nomes que podem desembarcar no clube é do atacante Álvaro, de 20 anos, do Salgueiro.

Ao todo, o Náutico tem 38 jogadores no elenco, contando peças da base que não foram utilizadas na temporada. São os casos dos goleiros Renan, Bruno e Sérgio; do zagueiro Rafael Ribeiro, dos volantes Helder e Niel; além dos atacantes Robinho, Odilávio e Rogerinho. Os pratas da casa que já vestiram a camisa alvirrubra no ano foram Jefferson, David, Joazi, Manoel, Feliphe Gabriel, Cal e Gerônimo.

Dos outros 22, apenas dois estavam Timbu durante o Campeonato Pernambucano: Sueliton e Darlan. Os demais chegaram ao decorrer da Série B, após dispensa de vários atletas em um processo de reformulação para diminuir a folha salarial. Desembarcaram o goleiro Busatto; os zagueiros Aislan, Breno e Léo Carioca; os laterais Léo e Henrique Ávila; os volantes Amaral, Jobson, Renan Paulino e William Schuster; os meias Diego Miranda, Giovanni, Bruno Mota e Rafinha; e os atacantes Gilmar, Vinícius, Iago, Leílson, William e Dico.

Com pouco mais de um mês no clube, o técnico Roberto Fernandes tem procurado mexer pouco. No gol, Jefferson vinha sendo titular após a saída de Tiago Cardoso, mas agora ganhou concorrência. Nas laterais, Ávila se firmou na esquerda, enquanto Joazi voltou a ganhar espaço na direita. Breno e Feliphe Gabriel se estabilizaram na zaga, mas o primeiro ainda se recupera de contusão e tem sido substituído por Aislan.

Amaral é peça imutável na cabeça de área. Diego Miranda tem trabalhado como segundo volante - William Schuster é outra opção acionada por Roberto. Giovanni e Bruno Mota são os responsáveis pela armação e já jogaram juntos, mas a tendência é que o técnico saia do 4-4-2 e retorne ao 4-3-3, escolhendo somente um entre os 11.

Veja também

Técnico Adilson Batista tem melhora e deve deixar UTI
Futebol

Técnico Adilson Batista tem melhora e deve deixar UTI

Jean projeta mais duas vitórias para Náutico se livrar do risco de queda
Futebol

Jean projeta mais duas vitórias para Náutico se livrar do risco de queda