Reforços

Náutico apresenta Arthur, Júlio e Thomaz, reforços indicados por Elano para compor elenco na Série B

Novidades são apostas para suprir necessidades da zaga e do ataque

Volante Thomaz, zagueiro Arthur Henrique, diretor de futebol Ari Barros, e atacante Júlio VitorVolante Thomaz, zagueiro Arthur Henrique, diretor de futebol Ari Barros, e atacante Júlio Vitor - Foto: Tiago Caldas/CNC

O Náutico apresentou nesta terça-feira (2) o zagueiro Arthur Henrique, o atacante Júlio Vitor e o meia Thomaz, três reforços indicados pelo técnico Elano Blumer anunciados pelo clube na semana passada, e que figuraram no banco de reservas da partida contra o Bahia.

Os três atletas vão de encontro ao perfil de veterano buscado pelo Náutico nas contratações mais recentes. Jovens e com pouca experiência, trabalharam com Elano na Ferroviária e são apostas do treinador para renovar as posições mais problemáticas da equipe e compor elenco.

“Tanto eu, quanto Júlio e Thomaz estamos prontos para ajudar o Náutico, aptos para jogar. Mas isso, deixamos com o Elano. Estamos aqui para treinar e ajudar ele no momento que ele precisar”, disse Arthur Henrique, o mais velho entre os três, com 23 anos.

O zagueiro é a primeira contratação para o setor desde a transferência de Camutanga para o Atlético-GO. Se caracterizando como um atleta de força e que gosta de jogar com a bola no pé, ressaltou também sua habilidade com bolas aéreas, pedra no sapato do Timbu ao longo da Série B.

“Viemos trabalhando muito principalmente o setor defensivo para encaixar justamente esse empecilho com as bolas aéreas. Eu mesmo chego para ajudar, tenho um jogo aéreo bem forte, então estamos buscando e treinando esse quesito, e o mais rápido possível vai dar certo”, afirmou.

Outra aposta para suprir uma necessidade pontual do elenco é o ponta Julio Vitor que chega para disputar posição com nomes como Pedro Vitor e Robinho entre as alternativas para um setor ofensivo com veteranos, e que oferece em força e técnica, mas peca na velocidade.

“Eu vim preparado. Não estava parado, estava treinando normalmente. Se o professor precisar de mim, estou preparado para jogar, e quero ajudar”, pontuou o atleta, vindo da Ferroviária, recém eliminada no mata-mata da Série D.

Entre os novatos, quem terá mais dificuldade para se destacar na posição é o volante Thomaz. Alternativa para  ídolos do clube como Souza e Jean Carlos, o atleta ressalta sua característica de chegada na área e finalização. “Eu prefiro jogar como meia, fico mais perto do gol, enaltece minha maior valência, que é a finalização”, disse

Veja também

Por falta de quórum, assembleia para mudança de estatuto do Náutico é adiada
Náutico

Por falta de quórum, assembleia para mudança de estatuto do Náutico é adiada

PM acusado da morte de lutador de jiu-jitsu se entrega
São Paulo

PM acusado da morte de lutador de jiu-jitsu se entrega