A-A+

Náutico busca vaga inédita na final da Copa do Nordeste

Timbu visita o Botafogo/PB, às 19h15 desta quinta (9), em partida única válida pela semifinal do torneio

Bruno, goleiro do Náutico Bruno, goleiro do Náutico  - Foto: Léo Lemos/Náutico

Nos anos de 2001 e 2002, o Náutico comemorou o título do Campeonato Pernambucano. Em compensação, o time ficou com um gosto amargo na Copa do Nordeste, caindo na semifinal em ambas as edições para Sport e Bahia, respectivamente. Em 2019, a expectativa dos alvirrubros é que a história se inverta. Já que não foi possível levantar o caneco do Estadual, o foco agora é chegar em uma inédita decisão do Nordestão. Para isso, os pernambucanos precisam derrotar o Botafogo/PB, em duelo às 19h15 desta quinta-feira (9), no estádio Almeidão, na Paraíba. Caso o duelo termine empatado, a vaga na final será definida nas penalidades.

Nas duas decisões por pênaltis da temporada, o Náutico levou a pior. Contra o Santa Cruz, no Arruda, pela Copa do Brasil, o Timbu ficou no 1x1 no tempo normal e foi superado por 4x2 nas penalidades (Luiz Henrique e Tharcysio desperdiçaram as cobranças). Depois, na final do Campeonato Pernambucano, na Ilha do Retiro, perante o Sport, novo revés também por 4x2. Desta vez, os erros foram de Rafael Oliveira e Diego Silva - os alvirrubros venceram o Clássico dos Clássicos no tempo normal por 2x1.

“Infelizmente perdemos as duas decisões que tivemos e, agora, podemos ter uma terceira. Estamos trabalhando o goleiro, que tem um treinador específico. Os jogadores já têm o hábito da cobrança. Temos na preleção três, quatro atletas que podem cobrar, além de mais alternativas. O importante é ter concentração e tranquilidade”, afirmou o técnico Márcio Goiano.

Leia também:
Dúvidas na lateral e pênaltis: Náutico de olho na semifinal do NE
Fernando Lombardi é o novo reforço do Náutico


Sobre o time, o treinador deve manter a base que venceu o Imperatriz/MA por 4x2, nos Aflitos, pela Série C. Mas há algumas preocupações. Com dores na coxa, o lateral-esquerdo Assis corre o risco de ficar fora. Caso ele não tenha condições, Goiano será obrigado a improvisar o atacante Matheus Carvalho na posição - Josa, que já foi deslocado para o setor por algumas rodadas durante um período em que o próprio Assis estava machucado, está suspenso. Vale lembrar que a outra antiga opção para a lateral, Gabriel Araújo, deixou o clube no mês passado. Na direita, o mistério é saber se o treinador continuará com André Krobel ou promoverá o regresso de Hereda.

Em fase de recuperação de suas respectivas lesões, o zagueiro Diego Silva, o meia Maylson e o atacante Jorge Henrique continuam fora. Já o prata da casa Robinho ficará no Recife aprimorando a forma física e também não entra em campo. Vale ressaltar que o time também não terá a presença do atacante Thiago, cedido à Seleção Brasileira sub-18.

Ficha técnica

Botafogo

Saulo, Israel, Donato, Lula e Fábio Alves; Rogério, Marcos Vinícius, Clayton, Marcos Aurélio e Dico; Nando. Técnico: Evaristo Piza

Náutico
Bruno; André Krobel (Hereda), Camutanga, Rafael Ribeiro e Assis (Matheus Carvalho); Jiménez, Luiz Henrique, Wagninho e Lucas Paraíba; Odilávio e Wallace Pernambucano. Técnico: Márcio Goiano

Local: Almeidão (João Pessoa/PB)
Horário: 19h15
Árbitro: Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (RN)
Assistentes: Jean Marcio dos Santos e Vinicius Melo de Lima
Transmissão TV: Live FC e Fox Sports.

Veja também

Náutico divulga protocolo para o torcedor que for ao jogo contra o CRB, na Arena
Náutico

Náutico divulga protocolo para o torcedor que for ao jogo contra o CRB, na Arena

Classificados definidos: veja como ficaram os grupos do quadrangular de acesso da Série C
Série C

Classificados definidos: veja como ficaram os grupos do quadrangular de acesso da Série C