Náutico

Náutico confirma demissão de Errisson Melo e anuncia Comissão Feminina

Através de nota, Alvirrubro se pronunciou sobre a saída do ex-superintendente financeiro e irmão do presidente Edno Melo

Errisson MeloErrisson Melo - Foto: Reprodução

Depois de toda a repercussão sobre o caso de assédio sexual, por parte do então superintendente financeiro Errisson Melo, contra a ex-diretora Tatiana Roma, o Náutico anunciou através de nota, na noite desta quinta-feira (25), que o irmão do presidente Edno Melo não faz mais parte do quadro de funcionários do clube.

"Em relação ao colaborador envolvido no caso em pauta, que já teve o seu afastamento noticiado nos veículos de imprensa, entendemos que a demissão do mesmo era inevitável, diante dos recentes fatos. Não há, desde a última segunda-feira (22), qualquer vínculo do profissional com o clube", detalhou o Náutico no comunicado.

Nesta quinta, o Alvirrubro foi pressionado por um de seus patrocinadores para ir a fundo no caso. Como reflexo disso, o Náutico anunciou que vai criar uma Comissão Feminina, no intuito de combater qualquer tipo de violência contra as mulheres em organizações e entidades.

A nova comissão será composta por duas representantes do clube, duas do Conselho Deliberativo, além de quatro torcedoras. Esta organização será realizada pela Women Friendly, empresa contratada pelo clube para tratar o tema.

Confira a nota na íntegra:

O Clube Náutico Capibaribe vem a público informar que criará imediatamente uma Comissão Feminina, com a primeira reunião marcada para acontecer na próxima semana. Esta comissão será composta por duas representantes do clube, duas representantes do Conselho Deliberativo e quatro representantes vindas da torcida. A coordenação  será realizada pela Women Friendly, empresa contratada pelo clube para tratar o assunto e especializada em treinamentos, canais de apoio e consultoria para prevenir e combater o assédio ou qualquer outra importunação sofrida por mulheres em organizações e entidades.

Em relação ao colaborador envolvido no caso em pauta, que já teve o seu afastamento noticiado nos veículos de imprensa, entendemos que a demissão do mesmo era inevitável, diante dos recentes fatos. Não há, desde a última segunda-feira (22), qualquer vínculo do profissional com o clube.

O Clube Náutico Capibaribe assume o compromisso com a mudança e seguirá as orientações da Women Friendly, com o objetivo de criar um ambiente seguro para as colaboradoras e torcedoras.

Veja também

Florentín destaca entrega do time e agradece apoio da torcida contra o FlamengoSport

Florentín destaca entrega do time e agradece apoio da torcida contra o Flamengo

Em jogo animado, Sport fica no empate com o Flamengo na ArenaCampeonato Brasileiro

Em jogo animado, Sport fica no empate com o Flamengo na Arena