Náutico decepciona de novo e perde em casa

Mesmo com um jogador a mais por boa parte do jogo, Timbu foi presa fácil para o Salgueiro

Náutico x SalgueiroNáutico x Salgueiro - Foto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco

O mau momento do Náutico continua. Jogando em casa, o Timbu não foi páreo para o Salgueiro, nesta noite, na Arena de Pernambuco e perdeu por 2x0, gols de Valdeir e Álvaro. Os alvirrubros atuaram boa parte do duelo com um jogador mais, porém não souberam aproveitar a superioridade numérica. O resultado deixa os donos da casa em terceiro lugar no Campeonato Pernambucano, com quatro pontos em três jogos. O Carcará lidera, com sete pontos. Durante a partida, um motorista da Folha de Pernambuco foi assaltado no acesso à Arena. 

Sem sete titulares, entre poupados e lesionados, o técnico Dado Cavalcanti colocou em campo uma equipe quase repleta de novidades. De início, contudo, foi visível a falta de entrosamento do time, com muitos erros de passe. O Salgueiro começou retraído, apostando em faltas de longe de Rodolfo Potiguar. Aos poucos, quando percebeu a instabilidade de Adalberto e Rafael Ribeiro, tentou se soltar. Sorte do Náutico que Willian Lira não estava com a pontaria em dia.

Do outro lado, Erick tentava decidir em jogada individual. Foi dele o melhor lance da primeira etapa, em chute defendido por Mondragon. Marco Antônio tentava, sozinho, desarmar e armar – Darlan estava perdido na marcação. Na frente, Giva era esforçado, mas faltava capricho. Alison só apareceu uma vez e fez o que um centroavante não pode: perder a chance de balançar as redes, dentro da área e livre de marcação. A maior emoção dos 45 minutos iniciais foi a expulsão do zagueiro Rogério.

No segundo tempo, com um mais em campo, esperava-se que o Náutico exercesse amplo domínio. Ledo engano. No início, o Timbu até chegou perto, em finalizações de Adalberto e Juninho, que Mondragon pegou sem sustos. Postado na defesa, o Salgueiro resolveu apostar nos contra-ataques. E quando teve a chance, foi letal. Valdeir ficou no mano a mano com Joazi na entrada da área. Na primeira finalização, chutou em cima do alvirrubro. No rebote, deixou o lateral no chão e bateu para o gol, aos sete minutos.

Mesmo tendo aberto o placar, o Salgueiro não se acanhou. Tampouco deixou de atacar os donos da casa. Logo depois do gol, Valdeir rolou para Rodolfo Potiguar, que bateu forte e Tiago Cardoso pegou. Depois, em jogada individual, o mesmo Valdeir quase marcou um golaço por cobertura. O Timbu se desesperava e saiu jogando errado. Assim, Valdeir serviu Álvaro, dentro da área. O atacante bateu em cima de Tiago Cardoso, mas o goleiro 'aceitou', aos 30 minutos: Náutico 0x2, prolongando o mau momento alvirrubro.


FICHA DO JOGO

Náutico
Tiago Cardoso; Joazi, Adalberto, Rafael Ribeiro e Giovanni; Darlan (Cal Rodrigues), Marco Antônio e Dudu (Jefferson Renan); Giva (Juninho), Alison e Erick. Técnico: Dado Cavalcanti

Salgueiro
Mondragon; Marcos Tamandaré, Ranieri, Rogério Paraíba e Daniel; Rodolfo Potiguar, Moreilândia, Toty, Dadá (Luís Eduardo) e Valdeir (Victor Caicó); Willian Lira (Álvaro). Técnico: Evandro Guimarães.

Local: Arena de Pernambuco (São Lourenço da Mata/PE)
Árbitro: Tiago Nascimento dos Santos. Assistentes: Elan Vieira de Souza e Albino de Andrade Albert Junior.
Gols: Valdeir, aos sete minutos do 2ºT; Álvaro, aos 30 minutos do 2ºT.
Cartões amarelos: Darlan, Cal Rodrigues (N); Rogério, Marcos Tamandaré (S)
Cartão vermelho: Rogério (Rogério)
Renda: R$ 8.440,00. Público: 1.369

Veja também

Centenas protestam contra Olimpíadas de Tóquio, mas há quem lamente não poder vê-las
Tóquio 2020

Centenas protestam contra Olimpíadas de Tóquio, mas há quem lamente não poder vê-las

Patric rescinde contrato com o Sport
Futebol

Patric rescinde contrato com o Sport