Náutico e Paysandu ficam no 0x0 em jogo decisivo

Times não saíram do empate na primeira partida das quartas da Série C, neste domingo (1º). Jogo da volta é no dia 8

Lance de Paysandu x NáuticoLance de Paysandu x Náutico - Foto: Leo Lemos/CNC

No primeiro capítulo de Náutico x Paysandu, pelas quartas de final da Série C do Campeonato Brasileiro 2019, ninguém balançou as redes. Os times entraram em campo neste domingo (1º), no estádio Mangueirão, em Belém (PA), e empataram em 0x0, deixando a decisão de quem avança às semifinais e, principalmente, quem conquista uma das vagas para a Série B de 2020 para o próximo domingo (8). A partida da volta acontece no estádio dos Aflitos, com os times em igualdade de condições. Quem vencer, avança. Em caso de novo empate, a vaga será decidida nos pênaltis.

Querendo fazer um bom resultado fora de casa para levar a vantagem para os seus domínios, o Náutico teve uma postura firme nos primeiros minutos da partida. Defensivamente bem postada, a equipe pecou, contudo, na criação ofensiva. Faltaram opções para abrir o jogo no primeiro tempo e o time acabou preso no meio de campo, sendo presa fácil. Quinze minutos foi o tempo que o Paysandu precisou para acertar a saída de bola. Utilizando melhor as laterais do que os alvirrubros, os donos da casa chegaram mais vezes e com mais perigo. No entanto, não conseguiram boas finalizações.

O jogo melhorou no segundo tempo, principalmente por conta dos donos da casa, que impuseram pressão em busca do resultado. A melhor chance do Náutico, que pouco atacou, foi em uma saída de bola de Wallace Pernambucano, que tocou para Thiago, mas o atacante finalizou sem força para fora, sem riscos para Mota. A resposta do Papão foi imediata, com uma descida rápida que deixou Nicolas cara a cara com Jefferson. O defensor alvirrubro afastou e, no rebote, Tony, sozinho, isolou.

A situação do Náutico melhorou após a entrada de Jean Carlos, que alçou bolas perigosas na área e assustou em lances esporádicos. No geral, Mota foi praticamente um espectador dentro de campo. Por volta dos 30 minutos, Gilmar Dal Pozzo tirou Wallace Pernambucano e lançou Jhonnatan, de característica mais defensiva, deixando clara a proposta de segurar o empate. Mas o Paysandu foi para cima e deixou o final do jogo tenso para os torcedores alvirrubros, que respiraram fundo a cada nova descida dos anfitriões, que não esconderam a frustração na saída após o apito final. Pode-se dizer que o Náutico soube sofrer em Belém, mas é sabido que precisará fazer mais para conquistar o sonhado acesso.

Ficha do jogo

Paysandu 0

Mota; Tony, Vitor Oliveira, Bruno Colaço, Tomas Bastos; Nicolas, Hygor Silva (Elielton), Uchôa, Léo Baiano (Thiago Primão); Vinícius Leite e Caique Oliveira. Técnico: Hélio dos Anjos

Náutico 0
Jefferson; Hereda, Camutanga (Rafael Ribeiro), Diego Silva e Willian Simões; Josa, Jiménez, Matheus Carvalho (Jean Carvalho); Thiago, Álvaro e Wallace Pernambucano (Jhonnatan). Técnico: Gilmar Dal Pozzo

Local: Mangueirão (Belém/PA)
Árbitro: Anderson Daronco (FIFA/RS)
Assistentes: Elio Nepomuceno de Andrade Junior e Elio Nepomuceno de Andrade Junior (ambos de RS)
Cartões amarelos: Josa (N); Léo Baiano, Vinícius Leite, Bruno Colaço (P)
Público: 22.815 torcedores


Veja também

Jair completa um mês de Sport com time organizado e boas atuações
Sport

Jair completa um mês de Sport com time organizado e boas atuações

Santa anuncia dupla de reforços por empréstimo do Avaí
Futebol

Santa anuncia dupla de reforços por empréstimo do Avaí