Náutico e Salgueiro decidem vaga na final do Pernambucano

Vivendo boa fase, Alvirrubro tem a missão de confirmar papel de protagonista na reta final do certame

Torcida do Náutico na Arena de PernambucoTorcida do Náutico na Arena de Pernambuco - Foto: Arthur de Souza/Folha de Pernambuco

Inevitável credenciar o Náutico como favorito neste Campeonato Pernambucano. Abastecem este termo o peso da camisa alvirrubra em comparação aos adversários restantes - Santa Cruz e Sport já foram eliminados - e o atual momento vivido pela equipe. No campo da teoria, poucas dúvidas. Neste domingo (25), a equipe do técnico Roberto Fernandes precisará comprovar, às 16h, diante do Salgueiro, na Arena de Pernambuco, a sua condição de protagonista neste Estadual. Peso que o comandante timbu faz questão de tirar das costas de seu elenco. “Este negócio de favoritismo é relativo”.

Roberto Fernandes usa como justificativa para este pensamento o fato de que a sua equipe se equivale aos times do Salgueiro e também do finalista Central. “Conheço bastante os jogadores do Salgueiro e o trabalho do Sérgio China (treinador do time sertanejo). O Central não chegou na final à toa. De graça. Na primeira fase ele só ficou no segundo lugar no saldo de gols. E a nossa única derrota foi para eles, que na verdade foi um chocolate que levamos lá em Caruaru (3x0). Então, temos de ter os pés no chão. Não me considero favorito e o Náutico não é favorito a nada”, falou.

Antes de idealizar uma final contra a equipe do Central, Roberto Fernandes pediu respeito ao Salgueiro. O comandante relembrou do fato de o Carcará ter sido finalista em 2015 e em 2017, perdendo as finais para Santa Cruz e Sport, respectivamente. “Tanto na semifinal, quanto em uma possível final, a responsabilidade é igual. O Salgueiro foi finalista no último campeonato e perdeu o título de uma forma até polêmica (com gol anulado após o recurso do árbitro de vídeo). Teremos pelo Salgueiro o mesmo respeito. Até porque, é uma equipe de Série C, assim como nós. Será uma semifinal de muita responsabilidade”, afirmou.

O Náutico chega para o duelo contra o Salgueiro com uma sequência de sete partidas sem derrota, havendo no período seis vitórias. Gols sofridos? A equipe não é vazada há quatro jogos. Das 22 partidas na temporada, o Timbu caiu diante de adversários em apenas três oportunidades. A fase é boa.

Mesmo assim, Roberto Fernandes prega muita cautela para os próximos jogos deste primeiro semestre. Até porque, em caso de título Pernambucano, os alvirrubros quebrarão um jejum de 13 anos sem conquistas. O último foi em 2004. “Vamos ter que fazer os nossos melhores jogos da temporada se quisermos sair dessa condição que já incomoda o clube há alguns anos”, disse o treinador.

Salgueiro
O Salgueiro passou por uma transformação neste início da temporada 2018. O início de caminhada foi cheio de percalços, com uma campanha de quatro derrotas, duas vitórias e cinco empates, em 11 jogos. Tudo mudou, no entanto, desde a chegada do técnico Sergio China. Tanto que o Carcará já acumula três vitórias, três empates e apenas uma derrota. Neste contexto é fácil entender o porquê de hoje a equipe estar em uma semifinal de Campeonato Pernambucano.

Uma das principais mudanças, com interferência do treinador, foi o ajuste da defesa. Sem Sérgio China, o Carcará sofreu 22 gols em 11 partidas, sendo três goleadas consecutivas contra Sampaio Corrêa, na Copa do Nordeste, Náutico, no Pernambucano, e Fluminense, na Copa do Brasil. Já nos últimos sete jogos, foram apenas três gols sofridos. O time está há três partidas sem ser vazado.

No setor ofensivo, no entanto, a equipe ainda tem deixado a desejar. Foram 14 gols em 18 jogos, no início da temporada. Na era China, o time balançou as redes apenas cinco vezes.

Ficha do jogo:
Náutico
Bruno, Thiago Ennes, Camutanga, Camacho, Kevyn, Negretti, Júnior Timbó, Wallace Pernambucano, Robinho, Rafael Assis e Ortigoza. Técnico Roberto Fernandes.

Salgueiro
Mondragon, Maurício, Luiz Eduardo, Juninho, Peu, Jaildo, Escuro, Dadá Belmonte, Fabiano, Willian e João Paulo. Técnico Sérgio China

Local: Arena de Pernambuco, no Recife
Horário: às 16h
Árbitro: Tiago Nascimento dos Santos
Assistentes: Clovis Amaral da Silva e Cleberson Nascimento Leite
Transmissão TV: Rede Globo e Premiere

Veja também

Náutico confirma contratação do meia Marcos Vinícius
Futebol

Náutico confirma contratação do meia Marcos Vinícius

Defesa de Carol Solberg recorrerá de advertência por 'fora, Bolsonaro'
Manifestação

Defesa de Carol Solberg recorrerá de advertência por 'fora, Bolsonaro'