A-A+

Náutico e Sport duelam no primeiro clássico do PE 2020

Duelo entre alvirrubros e rubro-negros será neste domingo, às 16h, no estádio dos Aflitos

Último Clássico dos Clássicos foi a decisão do Estadual 2019Último Clássico dos Clássicos foi a decisão do Estadual 2019 - Foto: Paullo Allmeida

Um Clássico dos Clássicos na abertura do Campeonato Pernambucano 2020. Tem quem ache um atrativo maior para o torneio e quem enxergue o embate precoce como desfavorável para a exibição de uma boa qualidade técnica. Certo é que Náutico e Sport, embora com 2019 parecido, em que ambos comemoraram um acesso de divisão, se encontram neste domingo, nos Aflitos, em situações distintas. O Leão tentou, mas não conseguiu liberar boa parte de suas peças para a partida, por conta de uma punição imposta pela Câmara Nacional de Resolução de Disputas (CNRD) da CBF, que impediu a regularização de vários nomes até que a pendência financeira com o chileno Mark Gonzalez seja resolvida. O Timbu, por outro lado, deve colocar a base que atuou nos últimos amistosos. Por jogar em casa e encarar um rival com problemas na escalação, entra com a pressão de aproveitar a dificuldade dos rubro-negros e estrear com o pé direito na temporada.

O Náutico se apresentou no dia 3 de dezembro, um mês antes do Sport. Com mais tempo de preparação, o Timbu fez três amistosos, sendo dois contra o Treze e um perante o ABC. Todos terminaram empatados. Na formação do elenco, o técnico Gilmar Dal Pozzo manteve praticamente toda a base titular, com exceção do atacante Thiago, vendido ao Flamengo.

Na lista de reforços, o Náutico trouxe dois nomes sonhados pela torcida desde que se iniciou o planejamento para 2020: os atacantes Erick e Kieza. Além deles, o clube trouxe outro atleta que já havia vestido a camisa alvirrubra no passado, o zagueiro Ronaldo Alves. Completam a lista de caras novas os goleiros Marcão e Halls, o lateral Bryan, o zagueiro Rafael Dumas, o volante Luanderson e os atacantes Salatiel e Paiva.

Para o jogo desta tarde, Dal Pozzo não confirmou a escalação. “Estou conhecendo melhor a produtividade de alguns jogadores. Teve um atleta, por exemplo, que teve um bom desempenho e eu não imaginava colocá-lo entre os titulares”, afirmou. A tendência, porém, é que o time seja o mesmo utilizado no amistoso passado, contra o Treze. Sobre o zagueiro Ronaldo Alves e dos atacantes Erick e Kieza, o treinador sequer confirmou se o trio será relacionado. Vale citar que o prata da casa já havia ficado no banco de reservas na semana passada deve ser incluído na lista. Com relação aos outros dois, as chances são remotas.

Diferente do rival, o Sport inicia a atual temporada cheio de incertezas. Quem olha o Rubro-negro neste início de ano, vê um retrato totalmente diferente de quando terminou a temporada passada com o acesso à Série A do Brasileiro. Em crise financeira, o Leão ainda batalha para deixar os salários em dia, e segue impedido de inscrever jogadores. Ademais, o atual campeão pernambucano perdeu alguns destaques da campanha que o levou à elite do futebol nacional. Com o cinto apertado, não pode fazer loucuras no mercado e vem apostando em jogadores que ainda buscam se firmar na carreira. As principais contratações são o meia argentino Lucas Mugni e o atacante uruguaio Leandro Barcia - ambos estão fora do clássico. Além deles, o volante Rithely retornou do Internacional e cumprirá contrato até 2022.

Por conta do imbróglio entre Sport e o chileno Mark González, Guto Ferreira terá que fazer alterações na formação inicial do Clássico dos Clássicos. Em todos os trabalhos que dividiu o grupo em três, o técnico esboçou o time titular com cinco jogadores que não poderão estar em campo neste domingo. Raul Prata e Yan, por renovações contratuais, e Jean Patrick, Lucas Mugni e Marquinhos, recém-chegados ao Recife, serão substituídos entre os 11 iniciais. Até para não dar pistas a Dal Pozzo, o treinador leonino fechou as últimas quatro atividades para remontar a equipe, que deve contar com alguns pratas da casa. "Será uma grande oportunidade. Eles têm que entrar com a cabeça tranquila e repetir o feito nos treinos. Pelo menos dois que estarão em campo têm feito treinos interessantes e podem se firmar durante o ano", disse o comandante leonino.

Veja também

'Ainda tenho medo de fazer ginástica', desabafa Simone Biles
Ginástica

'Ainda tenho medo de fazer ginástica', desabafa Simone Biles

Após especulação de Florentín, seleção paraguaia anuncia argentino Barros Schelotto como técnico
FUTEBOL

Após especulação de Florentín, seleção paraguaia anuncia argentino Barros Schelotto como técnico