A-A+

Nautico empata em 1x1 com o Afogados, nos Aflitos

Carpina marcou o gol dos alvirrubros, enquanto Candinho anotou o tento do time visitante

Gol do AfogadosGol do Afogados - Foto: Ed Machado/Folha de Pernambuco

Sem força máxima, o Náutico botou os atletas da base para permanecer invicto no Campeonato Pernambucano 2020. A missão foi cumprida, mas não da forma desejada. Nesta segunda (10), o Timbu ficou apenas no empate em 1x1 com o Afogados, nos Aflitos, pela quinta rodada do Estadual. Os alvirrubros seguem no topo da competição, com 11 pontos. O representante de Afogados da Ingazeira segue em terceiro, com nove.

Com o time principal e o técnico Gilmar Dal Pozzo se preparando para o jogo contra o Toledo, pela Copa do Brasil, o Náutico entrou em campo com nove pratas da casa – as exceções foram o goleiro Halls, estreando com a camisa alvirrubra, e o zagueiro Rafael Dumas. Outra novidade foi o retorno do lateral-direito Hereda, recuperado de lesão.

Sob os olhares do técnico da base, Dudu Capixaba, a garotada mostrou disposição, embora a precipitação por muitas vezes provocasse decisões erradas no ataque. Ainda assim, o Timbu foi melhor que o adversário, criando duas chances claras, com Júlio e Carpina. Em ambas, Wallef salvou os visitantes. No lado do Afogados, Philip, antigo prata da casa alvirrubro, era o homem mais perigoso, dificultando a marcação de Itambé na esquerda. Foi dele o chute cruzado que assustou Halls. Primeiro tempo de muita correria, mas nada de gols.

Carpina não é centroavante, mas mostrou que sabe bem fazer o pivô. O meia recebeu de costas, girou bonito e bateu rasteiro para fazer 1x0 para o Náutico no início da etapa final. Poderia ser a construção de uma vitória tranquila, mas o camisa 10 do Afogados tratou de manter vivo os visitantes. Candinho cobrou falta de longe e marcou um golaço nos Aflitos.

Toda a emoção do jogo, porém, terminou após os dois tentos. Demonstrando desgaste, os pratas da casa não conseguiram manter o ritmo do tempo inicial. O Afogados também não teve o volume de jogo necessário para surpreender os mandantes, resumindo as ações ofensivas nos lances de bola parada. Os cinco minutos de acréscimos dado por Gilberto Castro Júnior, que ainda expulsou o auxiliar Kuki, após reclamação, em nada mudaram a história do confronto, finalizado em 1x1. Pelo Estadual, o próximo compromisso do Náutico será no sábado (15), contra o Sport, também no Eládio de Barros Carvalho.

Leia também:
Com Dudu Capixaba no banco, Náutico recebe Afogados pelo Estadual
Com dois expulsos, Náutico perde por 2x1 para o Botafogo/PB


Ficha técnica

Náutico 1
Halls; Hereda, Rafael Dumas (Thassio), Rafael Ribeiro e Itambé; Miro, Wagninho e Carpina (Luis Felipe); Júlio, Erick Cunha e Wanderson (Bahia). Técnico interino: Dudu Capixaba

Afogados 1
Wallef; Jader, Edivan, Heverton Luis (Marcio) e Nem; Douglas Bomba, Eduardo Erê, Philip e Candinho (Rodrigo); Diego Ceará e Aurélio (Erivelton) .Técnico: Pedro Manta

Local: Aflitos (Recife/PE)
Árbitro: Gilberto Rodrigues Castro Junior. Assistentes: Charles Rosas Pires e Michel Ferreira do Nascimento
Gols: Carpina (aos 4 do 2ºT), Candinho (aos 10 do 2ºT)
Cartões amarelos: Itambé, Wagninho (N); Philip, Heverton, Nem, Erivelton (A)
Renda: R$ 18.740,00
Público: 2.351 torcedores 

Veja também

Rebeca domina no salto e se torna campeã mundial
Ginástica feminina

Rebeca domina no salto e se torna campeã mundial

Após um ano e sete meses, corridas de rua voltam a preencher o Recife
Corridas de rua

Após um ano e sete meses, corridas de rua voltam a preencher o Recife