A-A+

Náutico empresta Bruno ao Gil Vicente, de Portugal

Goleiro prata da casa ficará cedido ao clube português até o final de junho de 2020

Bruno, goleiro do Náutico Bruno, goleiro do Náutico  - Foto: Brenda Alcântara/Arquivo Folha

Bruno está de saída do Náutico. Nesta segunda (24), o clube comunicou que o goleiro prata da casa será emprestado ao Gil Vicente, de Portugal, até junho de 2020. O atleta viaja ainda nesta semana para acertar todos os detalhes da negociação e iniciar a pré-temporada 2019/2020 com seu novo time.

Em entrevista ao site oficial do clube, Bruno agradeceu pelo período de seis anos em que ficou no Náutico, lamentando o fato de não ter conseguido o acesso à Série B no ano passado. O atleta disputou 71 jogos pelo Timbu, integrando o elenco campeão do Campeonato Pernambucano 2018. Ele começou 2019 como titular, mas, após lesão na panturrilha, cedeu seu espaço para Jefferson. 

“Fica a saudade pelas muitas coisas boas que passei por aqui. Tenho carinho enorme pelo clube, funcionários e torcedores, que sempre me apoiaram. É difícil falar e não se emocionar. Aqui vivi tudo na minha vida. Momentos difíceis, bons, excelentes, de glória. Agradeço muito a Deus por ter tido a oportunidade de trabalhar neste clube. Queria ter dado mais um título, mas infelizmente as coisas não são como a gente quer”, disse.

“Eu estou muito feliz e triste, ao mesmo tempo, por ter que deixar esse clube do jeito que está. Dei o meu máximo, mas infelizmente não conseguimos o tão esperado acesso. Mas creio em Deus que esse ano vai. Confio muito no trabalho dos meus companheiros e com certeza vamos conseguir voltar para a Série B”, afirmou.

Ainda sobre a despedida, Bruno ressaltou a convivência que teve com outros jogadores da posição que passaram pelo Náutico nos últimos anos. “Saio daqui levando a experiência de grandes profissionais que passaram por aqui. Júlio César, campeão do mundo, assim como Rodolpho, que me ajudou bastante. Jefferson nem se fala: meu amigo e irmão. Espero poder fazer tudo aquilo que fiz aqui no meu novo clube. Gratidão eterna pelo Náutico. Nunca vou esquecer esse time. Espero que eu possa ser uma referência para muitos. A gente que é da base sabe como é difícil subir. A pressão é grande. Espero que o Náutico possa revelar muito mais goleiros e eu ficarei muito feliz em ver isso acontecer novamente. Espero servir de exemplo pelas coisas boas que fiz. O Náutico terá um mais torcedor em Portugal”, finalizou.

Leia também:
Dal Pozzo diz que Santa mereceu vitória no clássico
Pipico aproveita falha do Náutico e dá vitória ao Santa

Veja também

Jon Jones é detido acusado de violência doméstica, diz site
EUA

Jon Jones é detido acusado de violência doméstica, diz site

Jogo entre Náutico e CRB pode ser na Arena de Pernambuco
Futebol

Jogo entre Náutico e CRB pode ser na Arena de Pernambuco