Náutico encara Salgueiro pela Copa do Nordeste

Pernambucanos duelam neste sábado (2), às 16h, no Cornélio de Barros, pela terceira rodada do torneio

Jorge Henrique, atacante do NáuticoJorge Henrique, atacante do Náutico - Foto: Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco

Derrota, vitória, derrota, vitória...o Náutico está caminhando de mãos dadas com a oscilação em 2019. A falta de regularidade é uma das dores de cabeça do técnico Márcio Goiano e da diretoria do clube. Engatar dois triunfos consecutivos já seria uma injeção de ânimo para os alvirrubros. Feito que pode acontecer neste sábado, às 16h, diante do Salgueiro, no Cornélio de Barros, pela terceira rodada da Copa do Nordeste. Após vencer a primeira no Estadual, no meio de semana, contra o Petrolina, a meta é repetir o desempenho para se aproximar do topo do Grupo B - o time é o quarto, com três pontos.

Tudo indica que, além de um adversário empolgado com o início de Regional, com uma vitória e um empate, o Náutico terá outro desafio pela frente: o calor. Um detalhe para aumentar ainda mais o desgaste dos atletas. Esse ponto, atrelado ao fato de que o Timbu vem de uma maratona de partidas em um curto intervalo de tempo, pode fazer com que Goiano poupe alguns titulares. Da base principal, cinco jogadores atuaram em todos os compromissos pernambucanos do ano: o zagueiro Sueliton, o lateral-esquerdo Assis e os meias Luiz Henrique, Fábio Matos e Wallace Pernambucano.

Sobre o confronto, o treinador destacou a dificuldade que é enfrentar o Carcará no Sertão. “Já joguei lá no ano passado e sei que será complicado. Conheço alguns atletas e o trabalho de Sérgio China. É preciso estudar bem o adversário e recuperar nossos atletas porque será um grande jogo”, afirmou. No encontro citado pelo comandante, o Timbu empatou em 1x1, pela primeira fase da Série C.

Jorge Henrique

Wallace Pernambucano e Jorge Henrique são os dois principais nomes do Náutico em 2019, mas vivem momentos distintos neste início de temporada. Enquanto o primeiro está em boa fase, sendo artilheiro da equipe com três gols, o outro segue em branco. Mesmo com o jejum de tentos, Jorge nega ansiedade em balançar as redes.

“A hora vai chegar ainda. O importante é vencer. No último jogo, contra o Sport, não jogamos tão bem. Já contra o Petrolina fizemos uma boa partida. Tenho certeza que (o gol) vai sair em breve”, afirmou o meia. Jorge Henrique atuou em quatro dos cinco jogos do ano, sendo poupado apenas no confronto ante o Sergipe. Em todos os casos teve uma atuação tímida e aquém da expectativa depositada em si.

Ficha técnica

Salgueiro

Mondragon; Marcos Tamandaré, Ranieri, Rogério e Daniel; Rodolfo Potiguar, Toty, Moreilândia e Valdeir; Álvaro e Willian Lira. Técnico: Sérgio China

Náutico

Bruno; Krobel, Diego Silva, Sueliton e Assis; Josa, Luiz Henrique e Fábio Matos; Jorge Henrique, Wallace Pernambucano e Robinho. Técnico: Márcio Goiano

Local: Cornélio de Barros (Salgueiro/PE)
Horário: 16h
Árbitro:Luiz César de Oliveira Magalhãe (CE). Assistentes: Nailton Junior de Sousa Oliveira e Jailson Albano da Silva (ambos do CE)
Transmissão: TV Jornal

Leia também:
Wallace, o 'tanque' do Náutico
Robinho retorna ao time vivendo fase goleadora

 

Veja também

Sport anuncia saída do executivo de futebol Lucas Drubscky
Sport

Sport anuncia saída do executivo de futebol Lucas Drubscky

Pai do ex-jogador Durval morre de Covid-19
Sport

Pai do ex-jogador Durval morre de Covid-19