Náutico está a uma vitória de vaga na Superliga B 2019

Timbu venceu a Associação K2 (GO) por 3x0, na estreia, e enfrenta equipe de Franca (SP), nesta quinta (25)

Time de vôlei feminino do Náutico em 2018Time de vôlei feminino do Náutico em 2018 - Foto: Cortesia

O Náutico estreou com o pé direito na Superliga C ao bater a Associação K2 (GO) por 3 sets a 0, com parciais de 25/20, 25/9 e 25/19, em uma hora e dez minutos de jogo, na noite desta quarta-feira (24). “Nossa estratégia funcionou e as meninas entenderam a nossa proposta para este jogo. O time do K2 não é um adversário qualquer, mas conseguimos neutralizar as ações de ataque delas. Marcamos bem o time goiano. Parabéns às meninas que se dedicaram ao máximo para darem alegria à torcida aqui presente”, comentou o técnico do time pernambucano, Adalberto Nóbrega.

A partir das 19h desta quinta-feira (25), na quadra da Uninassau, no Derby, o Náutico enfrenta a Associação Francana (SP), apontada pelo treinador alvirrubro como adversário mais difícil do Grupo A, por ter um elenco profissional, enquanto o grupo pernambucano é composto por atletas universitárias – a base da equipe é da Uninassau, com somente três atletas do Náutico. O vencedor do duelo estará classificado para a edição 2019 da Superliga B, divisão de acesso à categoria de elite do principal campeonato de vôlei do País.

Leia também:
Náutico é Pernambuco na Superliga de vôlei

O Grupo B, também com jogos sediados na Uninassau, é outro que será definido nesta quinta, com o duelo entre Flamengo (RJ) e Ass. Gestores de Esp. Entretenimento (SP), às 17h. Quem já tem vaga assegurada na Superliga B de 2019 é o Caramuru Vôlei (PR), classificado pelo grupo sediado em Ponta Grossa (PR). No grupo que joga em Londrina (PR), a vaga será decidida neste sábado (27), às 19h, entre o time da casa, Marcelino Champagnat/FEL Londrina (PR) e o Maringá/UNIFAMMA/AmaVôlei (PR).

   Formato

A Superliga C tem um total de 12 times participantes, divididos em quatro grupos de três equipes cada. A disputa substitui a extinta Liga Prata e classificará quatro equipes para a divisão de acesso à Superliga em 2019. As vagas serão destinadas aos times que obtiverem as melhores campanhas em seus respectivos grupos 

Veja também

Jair Ventura ressalta 'melhor segundo tempo' do Sport em 'final de Copa do Mundo'
Sport

Jair Ventura ressalta 'melhor segundo tempo' do Sport em 'final de Copa do Mundo'

Hélio agradece jogadores e afirma não ter deixado de acreditar na permanência
Náutico

Hélio agradece jogadores e afirma não ter deixado de acreditar na permanência