Náutico estreia com vitória na Copa do Nordeste

Timbu goleou o Uniclinic por 4x0, com gols de Jefferson Nem (2), Giva e Juninho

Giva (d) comemora gol que abriu o placarGiva (d) comemora gol que abriu o placar - Foto: Flávio Japa/Folha de Pernambuco

Vencer na estreia da Copa do Nordeste, apagar a imagem ruim deixada no último encontro, na Série B 2016, além de resgatar a confiança da torcida. Em apenas um jogo, várias missões. O Náutico entrou pressionado em 2017. No primeiro desafio do ano, conseguiu cumprir as duas primeiras metas citadas e deu um passo importante para tentar concluir a terceira no futuro. O público foi fraco. O adversário, também. Mas o Timbu não quis saber e fez o seu papel, goleando o Uniclinic por 4x0, na Arena de Pernambuco, pelo Grupo A da competição, na noite desta terça-feira (24).

Escalar o Náutico foi uma dor de cabeça para o técnico Dado Cavalcanti. O treinador sofreu com desfalques desde a semana passada. Primeiro foi Anselmo, com dores na coxa direita. Em sua vaga entraria Alison. Mas ele, assim como o atacante Dudu, não foi regularizado a tempo. Mudanças que abriram espaço para Giva e Jeferson Renan. Para piorar, Marco Antônio também sofreu uma lesão na coxa e ficou fora. Seria substituído por Maylson. O meia, porém, sentiu um desconforto horas antes de entrar em campo. A vaga caiu no colo de Cal.

A batida na bola em cada passe e os gritos dos jogadores e dos técnicos. Sons que dificilmente são ouvidos das arquibancadas eram compreendidos perfeitamente na Arena. Culpa do fraco público presente no estádio. Poucos, mas participativos, os torcedores empurraram o time desde o primeiro minuto e não demoraram a comemorar.
Aos 11, Giva aproveitou cruzamento pela direita e abriu o placar.

Com uma marcação bem encaixada, o Náutico não era intimidado pelos visitantes. Com muito espaço, o Timbu mostrou um pouco do que Dado pretende implantar: transições rápidas, com toques curtos e muita velocidade pelas laterais. Foi assim, pela esquerda, que Giva deixou Jefferson Nem na cara do gol para fazer 2x0.

Dois minutos. Foi esse o tempo que o Náutico precisou na segunda etapa para voltar as balançar as redes. Tiago Alves de um lançamento perfeito para Jefferson Nem. O atacante matou no peito e fuzilou as redes de Dionantan.

Embora tenha dominado a partida, o Náutico deixou claro que a ausência de um meia articulador, como Marco Antônio, obriga certas vezes o time a tentar ligação direta, procurando os atacantes das pontas. Por isso o técnico Dado optou por colocar mais velocidade no jogo com as entradas de Juninho e Erick nas vagas de Giva e Jefferson Renan. No último lance do confronto, Juninho fechou o placar e decretou a goleada por 4x0.

Após lamentar a derrota por 2x0 para o Oeste que impediu o acesso à Série A no ano passado, a torcida alvirrubra voltou a comemorar uma vitória do Náutico na Arena de Pernambuco. O Timbu agora volta suas atenções para o Campeonato Pernambucano. Domingo, no mesmo estádio, o time enfrenta o Santa Cruz no primeiro clássico estadual de 2017.

FICHA DO JOGO
NÁUTICO 4

Tiago Cardoso; Joazi, Tiago Alves, Ewerton Páscoa e Manoel; João Ananias, Rodrigo Souza e Cal (David); Jefferson Renan (Erick), Giva (Juninho) e Jefferson Nem. Técnico: Dado Cavalcanti
UNICLINIC/CE 0
Dionantan; Lima (Vaninho), Luis Fernando, Domingos (Airton Junior) e Anderson Sobral; Guidio, Lincoln, Leylon e Netinho; Teles (Preto) e Edson Caríus. Técnico: Vladimir de Jesus
Local: Arena de Pernambuco (São Lourenço da Mata/PE)
Árbitro: Claudio Francisco Lima e Silva (SE). Assistentes: Ailton Farias da Silva e Daniel Vidal Pimentel (ambos de SE).
Gols: Giva (aos 11 do 1ºT) e Jefferson Nem (aos 30 do 1ºT e aos 2 do 2ºT) e Juninho (aos 47 do 2ºT)
Cartões amarelos: Luis Fernando (U);
Renda: R$ 26.615,00
Público: 2.410

Veja também

Com série de desfalques por conta da Covid-19, Náutico visita a Ponte Preta
Futebol

Com série de desfalques por conta da Covid-19, Náutico visita a Ponte Preta

Vale o acesso à Série B: Santa recebe o Brusque, pelo duelo final do quadrangular da Série C
Futebol

Vale o acesso à Série B: Santa recebe o Brusque, pelo duelo final do quadrangular da Série C