Futebol

Náutico faz acordo com Ricardo Berna e evita mais um leilão da garagem do Remo

Timbu terá de pagar R$ 2,5 milhões ao ex-goleiro do clube; parte do valor sairá de vendas de atletas

Garagem de remo do Clube Náutico CapibaribeGaragem de remo do Clube Náutico Capibaribe - Foto: José Gomes Neto/CTN

Mais uma vez, o Náutico, por meio de seu departamento jurídico, conseguiu evitar a penhora da garagem de remo, localizada na Rua da Aurora, no bairro de Santo Amaro. O local estava prestes a ser leiloado para quitar uma dívida com goleiro Ricardo Berna, que passou pelo Timbu em 2013, mas os alvirrubros conseguiram entrar em acordo para quitar o débito.

“A dívida girava em torno de R$ 2,5 milhões. Fizemos uma negociação similar a que foi feita com Oliveira (ex-atacante que também atuou no mesmo período). "Estabelecemos que vamos parcelar a dívida, com gatilhos pagos através de futuros valores recebidos pelo Náutico por meio da venda de atletas. Dinheiro que pode tanto amortizar como quitar o débito. Ao longo dos meses, a gente vem demonstrando que está honrando com os compromissos e os advogados dos jogadores estão percebendo que é melhor entrar em um acordo do que esperar vários e não receber", afirmou o vice-presidente jurídico do clube, Bruno Becker.
 

De acordo com o jurídico, o próximo passo do Náutico é quitar uma dívida com o ex-jogador Martinez,  que passou pelo clube entre os anos de 2012 e 2013. O débito gira em torno de R$ 3 milhões. “Vamos tentar fazer com ele o mesmo tipo de negociação que fizemos com Berna para evitar uma nova possibilidade de ter a garagem de remo levada a leilão”, explicou.

Veja também

Bruna Tomaselli vai representar Brasil na temporada 2021 da W Series
Automobilismo

Bruna Tomaselli vai representar Brasil na temporada 2021 da W Series

Brasileira nada mais de 30 horas ininterruptas e bate recorde mundial
Natação

Brasileira nada mais de 30 horas ininterruptas e bate recorde mundial