Náutico faz mais uma decisão primordial para os cofres

Timbu temm missão de eliminar Cordino/MA, hoje, na estreia da Copa do Brasil, e ganhar fôlego financeiro

Negretti volta ao time nesta noiteNegretti volta ao time nesta noite - Foto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco

Maratona de quatro jogos em uma semana. Partida que vale classificação e premiação que pode ajudar no orçamento do clube. Nenhum dos dois cenários é novo para o Náutico em 2018. A sensação de “Déjà-vu” toma conta dos alvirrubros. Assim como na semana anterior, a equipe terá uma série de compromissos em curto espaço de tempo por competições distintas. O primeiro dos desafios é hoje, contra o Cordino/MA, no Castelão, na estreia da Copa do Brasil - após mudança no regulamento, a fase inicial terá jogo único. Os demais serão pelo Campeonato Pernambucano (contra Pesqueira, sábado, e Salgueiro, terça) e Copa do Nordeste (Botafogo/PB, na quarta que vem). Além de uma vaga na etapa seguinte, o confronto tem como atrativo uma premiação de R$ 600 mil - há duas semanas, o Timbu também encarou um duelo, à época pelo pré-Nordestão, com um bônus de importância similar. Os pernambucanos precisam apenas de um empate para avançar no torneio nacional.

Leia também:
Josa lamenta nova maratona de jogos do Náutico
Timbu em busca do equilíbrio entre atacar e defender

O Náutico é, de longe, o favorito. Não somente pela tradição. O Cordino vive um momento complicado em 2018. O atual vice-campeão maranhense não conseguiu classificação à Copa do Nordeste, perdendo a vaga na fase preliminar para o Treze. Em quatro jogos no ano, o time empatou dois e perdeu outros dois.

Outro ponto pesa contra os mandantes. Como o estádio Leandrão tem capacidade para apenas 1.500 pessoas, o clube foi obrigado a realizar o confronto em outro local, já que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) exige que o palco das partidas tenha lotação mínima de dez mil lugares. A ideia inicial era atuar no Frei Epifânio D’Abadia, em Imperatriz. Mas a diretoria do clube preferiu jogar no Castelão, em São Luís, por conta de um confronto previamente marcado para o mesmo estádio no sábado, contra o MAC, pelo Campeonato Maranhense.

“Encaramos o jogo com franqueza e não podemos subestimar as equipes que não conhecemos. Não sabemos o que enfrentaremos lá, mas temos o intuito de voltar com a classificação. Fizemos avaliações de todas as competições que teremos e essa é primordial para o Náutico financeiramente”, apontou o volante Josa.

Poupado no jogo anterior, contra o Vitória, no Campeonato Pernambucano, Negretti volta ao time na vaga de Hygor. O mesmo não vale para o lateral-direito Medina. O jogador foi diagnosticado com uma lesão na coxa direita, ficando duas semanas no departamento médico. Clebinho é o substituto direto.


FICHA TÉCNICA:

Cordino/MA
Flávio Henrique; Michel, Da Silva, Emerson e Renan; Júnior Negão, André, Ulisses, Alisson e Kelson; Jonas Piupiu. Técnico: Wemersson de Carvalho.

Náutico
Jefferson; Thiago Ennes, Breno Calixto, Camutanga e Kevyn; Josa, Negretti e William Gaúcho, Clebinho, Wallace Pernambucano e Gabriel Araújo. Técnico: Roberto Fernandes

Local: Castelão (São Luís/MA)
Horário: 20h30.
Árbitro: Andrey da Silva e Silva (PA). Assistentes: Marcio Gleidson Correia Dias e Rafael Bastos Cardoso (ambos do PA).

Veja também

Sport anuncia line-up de CS:GO
Esports

Sport anuncia line-up de CS:GO

Em nota, CBF rebate Doria e confirma início do Brasileirão em agosto
Futebol

Em nota, CBF rebate Doria e confirma início do Brasileirão em agosto